Era 2010 quando a Smart apresentou no Salão de Paris uma solução completa de mobilidade urbana. A ideia era ter não só o pequeno ForTwo como também uma bicicleta e uma scooter elétrica à venda nos anos seguintes.

Batizado de eScooter, o modelo chegou a ter sua produção confirmada para 2014, isso dois anos antes, mas um imprevisto fez a empresa voltar a estaca zero: a parceira que iria produzi-la, a Vectrix, faliu e com ela o projeto.

Quando tudo parecia perdido, imagens de patente foram publicada na imprensa europeia mostrando uma scooter com a logomarca da Smart, porém, com muitas semelhanças com eScooter.

No entanto, a nova moto traz mudanças em relação ao projeto original. Entre eles estão os freios com pinças de dois pistões, painel de LCD em vez de um espaço para um smartphone, além de alterações pontuais no design.

De acordo com o site Motorcycle, a scooter está nos planos da Daimler, porém, depende de um novo parceiro para produzi-la. Vale a torcida a favor.

 
 
eScooter, da Smart eScooter, da Smart
Imagem de patente da scooter elétrica da Smart Imagem de patente da scooter elétrica da Smart
Imagem de patente da scooter elétrica da Smart Imagem de patente da scooter elétrica da Smart
Imagem de patente da scooter elétrica da Smart Imagem de patente da scooter elétrica da Smart
 
 
Ricardo Meier

 

Ricardo Meier |