Aproveitando a movimentação do Salão de Frankfurt, o Grupo Volkswagen apresentou um novo modelo para a linha da Ducati (que pertence à Audi do grupo alemão). Trata-se da Monster 1200 R, que chega para se posicionar como a naked mais potente já produzida pela empresa italiana. A nova motocicleta é equipada com um propulsor bicilíndrico e conta ainda com uma série de componentes emprestados da superesportiva Panigale 1299.

A Ducati Monster 1200 R conta com o motor Tetastretta 11º DS de 1.194,1 cc, com arrefecimento líquido e quatro válvulas por cilindro, que desenvolve 160 cavalos de potência, a 9.250 rpm, e 13,4 kgfm de torque, a 7.750 giros. Para efeito de comparação, a Monster 1200 S traz o mesmo bloco, mas com 145 cv e 12,7 kgfm. Segundo dados da Ducati, a naked consegue alcançar velocidade máxima de 255 km/h.

Nos demais destaques, há chassi tubular de aço, suspensão Öhlins totalmente ajustável (com garfo telescópico invertido com tubos de 48 mm na dianteira e um monoamortecedor na traseira), pneus Pirelli Diablo Supercorsa SP de 120/70-17 na dianteira e 200/55-17 na traseira, freios ABS com três níveis, controle de tração com oito modos, três modos de pilotagem, entre outros.

 
 
 
 

A Monster 1200 R oferece ainda rodas de alumínio forjadas, para-lama dianteiro em fibra de carbono, ponteira dupla de escape com formato pentagonal, entre outros. Com isso, a motocicleta teve seu peso reduzido para 180 quilos a seco.

O novo modelo da Ducati será comercializado no mercado europeu a partir das próximas semanas, mas ainda sem preços divulgados. Por aqui, a R deve ser lançada em meados de 2016. 

Redação

 

Redação |