O escândalo do diesel sairá caro para o grupo Volkswagen. Depois de assumir que seus carros movidos com o combustível continham softwares que adulteravam os testes de emissões, a empresa já se prepara para o alto gasto que terá com multas e uma série de recalls que deverá realizar ao redor do mundo.

Para fazer caixa e ter fôlego financeiro para encarar as medidas punitivas, a empresa alemã deverá e desfazer de algumas empresas, dentre elas a Ducati. A fabricante de motocicletas foi adquirida pela Audi em 2012 em uma tentativa de fazer frente com a rival BMW, que conta com a sua bem-sucedidada divisão Motorrad. Até mesmo a Mercedes-Benz ensaiou uma parceria com a MV Agusta, porém sem muitos frutos.

Além da Ducati, segundo noticiou nesta quinta-feira (16) a Bloomberg, a divisão de caminhões do grupo Volkswagen também deverá ser enxugada com a venda da Scania e a Man. Com isso, a Volkswagen espera levantar mais de US$ 20 bilhões para encarar os próximos meses.

César Tizo

 

César Tizo |