Para os fãs da marca Harley-Davidson poucas coisas são tão marcantes quanto a trajetória da família Sportster, hoje representada pelos modelos Iron 883, 1200 Custom CB, Forty-Eight e Roadster.

A história da família remete ao ano de 1957, quando a Harley-Davidson tinha o objetivo de criar um modelo para segurar a concorrência das motos britânicas que começavam a invadir os EUA.

Confira abaixo um relato de toda a história da gama Sportster divulgado pela Harley-Davidson e que relembra os momentos importantes da família:

A XR750

Nos anos 1960, a Sportster evoluiu com o passar do tempo e, no final da década, a XLH tinha sido levemente customizada. Mas, em 1970, veio o advento da lendária XR750. Brutal, o modelo XR750 foi construído para conquistar uma legião de fãs; uma mudança de regra em 1969 permitiu os motores de 750 cm³ OHV nas corridas nos Estados Unidos e a Harley precisava de uma moto competitiva. A XR750 era exatamente isso, e continuou a afirmar ser a melhor máquina para conquista de vitórias.

Cal Rayborn, nas corridas transatlânticas de 1972 no curto circuito de Brands Hatch, pilotando uma versão revisada da XR750, ganhou três das seis corridas, estabelecendo um novo recorde e impressionando todos os que estavam assistindo. Durante três décadas, nas corridas American Dirt Track, o modelo XR750 levou os pilotos para o grupo dos vencedores e para os livros dos recordes. Pilotos como o popular e lendário Jay Springsteen e também Chris Carr, Ricky Graham, Mert Lawwill e Kevin Atherton emocionaram os fãs da XR. E ninguém podia esperar a combinação de quase cem vitórias do campeão Scott Parker, a maior parte delas em cima das XR.

Os anos 1970, 1980, 1990 e 2000

A XL de 1972 usou uma versão do 1000 cm³ do já conhecido motor Iron Head. Em 1976, a embreagem foi colocada no lado esquerdo do guidão e o freio traseiro foi para a direita. Em 1977, a motocicleta XLCR (Café Racer) renovou as expectativas e, com a suspensão traseira inspirada no modelo XR750, novo quadro, os freios de discos triplos, as rodas de alumínio fundido e as pedaleiras recuadas, foi a Sportster mais esportiva já feita até então.

O ano de 1983 viu uma maior ênfase no desempenho com o surgimento da XR1000, criada com a montagem dos cilindros e cabeçotes da XR750 em um bloco já existente da linha Sportster - era o modelo mais próximo de uma XR750 para uso urbano que se poderia comprar.

Em 1986, o motor Sportster Iron Head foi registrado nos livros da história, graças à introdução do motor Evolution em duas capacidades: 883 cc - com um diâmetro de cilindro e curso do virabrequim idênticos ao original de 1957 - e 1100 cm³ (este foi substituído dois anos depois pelo motor de 1200 cm³). Já o ano de 1987 viu a introdução do XLH883 Hugger, o reconhecimento de pilotos e o crescimento demográfico de mulheres pilotando. Todos os modelos Sportster ganharam câmbio de 5 velocidades em 1991, e todos, exceto a base 883, ganharam transmissão final por correia dentada.

Em 2000, a motocicleta XL1200S Sportster Sport foi equipada com duas pinças de freio de quatro pistões e outro na traseira e a XL883R de 2002 apresentou o escape dois em um, discos duplos na frente e guidão baixo. Em 2004, toda a família obteve um novo quadro e motores montados sob cochins de borracha e, em 2007, substituiu os carburadores pela injeção de combustível.

Reconhecendo a necessidade de ter algo novo em 2008, a Harley-Davidson apresentou a XR1200, uma Sportster com um motor de 90 cv, suspensão invertida e freios poderosos, balança traseira de alumínio, instrumentação moderna e pedaleiras recuadas. Também naquele ano, a Nightster passou a usar rodas pretas e um motor cinza com acabamento dark, mas outro detalhe - hoje mais conhecido - é a lanterna traseira em LED incorporada aos indicadores de direção.

Em 2010, as raízes da moderna família Sportstercestavam emergindo, começando pela XL883N Iron, que se tornou o modelo básico, e XL1200X Forty-Eight com o chassi à mostra e paralama encurtado - que contava com o tanque peanut baseado no modelo de 1948, de onde veio seu nome.

Dois anos depois, a XL1200V Seventy-Two trouxe atitude chopper autêntica para a gama Sportster mais uma vez, ao lado do estilo personalizado mais descontraído do XL1200C. Todas as quatro motos referenciaram os modelos Sportster do final dos anos 1950 e 1960 que, eles próprios, tinham como inspiração os modelos do começo do século passado. O que para Harley-Davidson - uma fabricante com um portfólio que remonta a 1903 - é exatamente como deveria.

A Iron 883 e a Forty-Eight foram totalmente renovadas com suspensão aprimorada e freio ABS em 2014, combinando o mais autêntico estilo old-school com um chassi moderno e, comemorando 60 anos de aventuras. A XL1200CX, conhecida como Roadster, foi adicionada à família este ano e trouxe uma nova dimensão de desempenho com a sua suspensão invertida com tubos de 43 mm de diâmetro, novos amortecedores traseiros e um poderoso freio dianteiro.

Então, enquanto a essência da família de entrada da Harley-Davidson permanece inalterada, muitos itens foram sendo aprimorados nas motocicletas ao longo de 60 anos, tornando os modelos mais atuais e oferecendo uma experiência de pilotagem única.

 
 
Harley-Davidson Sportster durante competição (1977)
 
Harley-Davidson Sportster durante competição (1977)
Harley-Davidson Sportster durante competição (1977)
Harley-Davidson Sportster 1964
 
Harley-Davidson Sportster 1964
Harley-Davidson Sportster 1964
Harley-Davidson Roadster, integrante da família Sportster revelada em 2017
 
Harley-Davidson Roadster, integrante da família Sportster revelada em 2017
Harley-Davidson Roadster, integrante da família Sportster revelada em 2017
 
 
César Tizo

 

César Tizo |