A Kawasaki anunciou nesta semana uma série especial Final Edition para sua tradicional W800. A marca praticamente inaugurou o estilo de resgatar motos retrô quando apresentou, em 1999, a W650. Só em 2001, por exemplo, é que uma moto de proposta semelhante surgiu no mercado com a estreia da Triumph Bonneville.

A W650, que remetia à gama W original dos anos 1960 como a W1 de 1966, seguiu em linha até 2011, quando a Kawasaki apresentou a sucessora W800 mantendo a receita do propulsor de 2 cilindros em linha. O bloco de 773 cm³ entrega 48 cv, mas seu ponto forte reside no torque de 6,1 kgfm disponível a 2.500 rpm, o que garante um rodar suave e acelerações bem sólidas.

A Kawasaki não revelou o preço da W800 Final Edition nos mercados onde ela é comercializada, em especial na Europa, sendo que a principal novidade reside nas cores: os clientes poderão escolher entre as tonalidades Candy Brown e Candy Sunset Orange. Depois que as últimas unidades forem vendidas, a Kawasaki encerrará a produção da W800 em 2017.

César Tizo

 

César Tizo |