Para atender as normas da segunda fase do PROMOT 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares), a Honda está renovando sua linha de motocicletas. Desta vez, o modelo a receber novidades foi a CG 125 Fan, que agora dispõe do sistema de injeção eletrônica de combustível – para destacar a tecnologia, a moto passa a se chamar CG 125i Fan.

O motor que equipa a nova Honda CG 125i Fan é um monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft) com capacidade de 124,7 cm³, quatro tempos e arrefecimento a ar. O sistema de injeção eletrônica é o PGM-FI (Programmed Fuel Injection), que substitui o carburador. Com possibilidade de abastecimento somente com gasolina, o motor rende 11,8 cv a 8.500 rpm e 1,06 kgfm a 5.000 rpm.

A street está disponível apenas na versão com partida a pedal. O câmbio tem cinco marchas, com transmissão final por corrente. O conjunto dispõe ainda de chassi de aço do tipo Diamond, suspensão com garfo dianteiro telescópico com curso de 155 mm e amortecedores duplos e mola na traseira, com 64 mm de curso. Os freios são a tambor, com 10 mm na frente e 130 mm atrás. As rodas raiadas apresentam aros em alumínio e pneus 80/100-18 (dianteiro) e 90/90-18 (traseiro).

Outra novidade da nova linha da CG de entrada é o novo tanque de combustível, com formato mais elevado e tampa esportiva, além de escape redimensionado com novo protetor e ponteira e um novo conjunto de pedaleiras.

A CG 125i Fan está disponível nas cores preta e vermelha, com preço sugerido de R$ 6.790. A Honda oferece garantia de três anos, sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões. 

Redação

 

Redação |