Com a descontinuidade da fabricação da Hornet, seria a CBR 650F uma candidata ao cargo? Nós, do Motoo, passamos duas semanas rodando pela cidade e estradas e veja o que encontramos pelos caminhos percorridos.

Motor

Com seus 4 cilindros, 649 cm³, potência máxima de 88 cv a 11.000 rpm e torque máximo de 6,22 kgfm a 8.000 rpm, acompanhado de um ronco que realmente agrada os apaixonados por motos esportivas, a CBR 650F lembra muito o espaço deixado pela Hornet. Apesar de não ter os 102 cv da Hornet e se comportar como uma moto mais racional, o propulsor garante boa aceleração e não decepciona nas retomadas de velocidade. O câmbio de 6 marchas trabalha bem em giros mais baixos, o que torna a CBR 650F agradável para o uso urbano. A posição de pilotagem também ajuda para a pilotagem no dia-dia. Talvez com um centro de gravidade mais baixo, a moto ganhasse em agilidade e no comportamento de maneira geral.

Suspensão

A suspensão também traz novidades, como o sistema SDBV (Showa Dual Bending Valve) e entrega o que a marca promete, como melhor estabilidade e pilotagem confortável. Mesmo em momentos de pilotagem mais agressiva a sensação de segurança se faz presente. Em piso irregular a CBR se comportou bem, já nas valetas sentimos um pouco o amortecedor dianteiro, mas como não mexemos na regulagem dos garfos telescópicos, que possui 5 posições, talvez uma maior pressão amenizasse o comportamento. Para esclarecer, conversamos com a Honda que nos confirmou: nesse caso bastava uma regulagem mais firme para o conjunto frontal, que eliminaria o desconforto sentido.

Freios

O sistema ABS é de série e os freios oferecem disco duplo na dianteira com 320 mm e traseiro de 240 mm. Ele atende muito bem às necessidades pilotando a CBR e você vai poder contar com eles a todo momento, sendo bem compatível com a performance que a moto é capaz de entregar. Em situações de emergência ele também se saiu muito bem.

Desing/Visual

O visual agradou. Sempre gosto de ouvir opiniões dos amantes de outros estilos de moto e a maioria gostou. A carenagem além de atender muito bem na aerodinâmica, deixa o motor a mostra, que é a peça de destaque do conjunto. O grafismos foi muito elogiado e a cor vermelha com faixas pretas se destacou mais que na opção em azul perolizado. O farol agora é de LED gostei do design e da qualidade da iluminação.

Painel totalmente digital é composto por dois displays bem completos de informações. Os retrovisores estão bem posicionados e garantem uma boa visão, além de passar facilmente pelos corredores de carros. Um item interessante, pratico e seguro é o bico de calibragem dos pneus, eles saem lateralmente a roda, isto facilita o manuseio e evita o perigo de queimar a mão nas partes quentes da moto. 

Sobre o local onde você coloca a chave vai encontrar a sigla H.I.S.S. (Honda Ignition Security System) um sistema que dificulta a possibilidade de roubo ou furto. Através dessa tecnologia, só a chave original pode acionar o motor.

Conclusão

Uma moto realmente esportiva, para quem busca emoção e velocidade não vai ficar desapontado ao pilotar esta Honda. A CBR 650F vai trazer a sensação de uma Hornet mais civilizada, e deve agradar mesmo os pilotos mais experientes. O preço sugerido é de R$ 35.500,00 sem contar o valor do frete e seguro, um valor até que competitivo dentro da categoria.

Banco do Garupa - Nota: 7,8

“Como passamos mais tempo com a moto e fizemos uma viagem mais longa, deu para avaliar melhor a CBR. Considero erla razoavelmente confortável, mas depois da primeira hora na estrada uma parada é muito bem-vinda para esticar as pernas. No uso urbano ela vai bem e até surpreende. Considero a CBR 650F aprovada e a coloco como uma das melhores motos dentro da categoria para o garupa”.- opinião de Alessandra B. Lazzari

 Ficha Técnica – Honda CBR 650F 2018

Motor: DOHC, arrefecido a líquido
Cilindrada: 649 cm³
Diâmetro x Curso: 67 x 46 mm
Relação de Compressão: 11,4:1
Sistema de alimentação: Injeção Eletrônica
Combustível: Gasolina
Potência máxima: 88,5 cv a 11.000 rpm
Torque máximo: 6,22 kgfm a 8.000 rpm
Transmissão: 6 marchas
Sistema de partida: elétrico
Comprimento x Largura x Altura: 2,10 m x 75,3 cm x 1,14 m 

 
 
Honda CBR 650F 2017
 
Honda CBR 650F 2017
Honda CBR 650F 2017
Honda CBR 650F 2017
 
Honda CBR 650F 2017
Honda CBR 650F 2017
Honda CBR 650F 2017
 
Honda CBR 650F 2017
Honda CBR 650F 2017
Honda CBR 650F 2018
 
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
 
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
 
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
 
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
 
Honda CBR 650F 2018
Honda CBR 650F 2018
 
 

 

 

José Luiz Lazzari |

Veja mais notícias da marca

Teste: Honda SH 150i
18/06/2018 19:24:00

Teste: Honda SH 150i

Teste: Honda XRE 190
04/06/2018 19:34:00

Teste: Honda XRE 190

Teste: Honda Biz 110i 2018
06/04/2018 18:31:00

Teste: Honda Biz 110i 2018