A Honda, líder com folga no mercado de motos brasileiro e no segmento das scooters, lançou em março deste ano a SH 300i. A aposta da marca, com ele, é oferecer um modelo com bom desempenho no trânsito urbano e que também dê ao seu piloto condições de encarrar a estrada com bom desempenho, conforto e segurança. Nós do MOTOO avaliamos durante uma semana o SH 300i e compartlhamos com vocês nossas conclusões: 

Motor

Com um propulsor monocilíndrico de 4 tempos, 279,1 cm³ e 24,9 cv a 7.500 rpm, o SH 300i responde com boa aceleração e retomadas de velocidade. No trânsito urbano a sensação é que sobra potência e, na estrada, o scooter é capaz de atingir rapidamente os 120 km/h e você é capaz de rodar nessa situação com uma agradável sensação de reserva de potência. Seu peso de 162 kg, que pode ser considerado baixo para a categoria, garante ao SH 300i um consumo bem moderado. Em nosso teste, o scooter chegou a registrar médias de 30 km/l. Colocando esse número em conjunto com o tanque de combustível com capacidade para 9,1 litros, alcançamos uma boa autonomia para cerca de 300 km em uma “tocada leve”. Uma observação vai para a marcha lenta, situação onde o SH 300i apresenta uma vibração acentuada, mas basta acelerar para que o comportamento desapareça e o scooter passe a rodar suavemente.

Design

O cuidado no acabamento se faz notar nos materiais utilizados. As faixas cromadas na dianteira e nas laterais em conjunto com as pedaleiras retráteis de alumínio para o passageiro, conferem um aspecto mais sofisticado para o SH 300i, o que realça a presença do modelo por onde passa.

O design é clássico e refinado, com um toque de elegância. O SH 300i sai de fábrica com freios ABS e iluminação diurna por LEDs, o que realça a dianteira da SH 300i e chama a atenção. A chave presencial é bem-vinda, facilitando o dia a dia com a moto. O assoalho plano não permitir grande movimentação das pernas como na maioria dos scooters, mas ponto positivo vai para as rodas aro 16”, que facilitam as manobras e conferem maior agilidade e mobilidade ao piloto. O para-brisa cumpre bem sua função, protegendo o piloto da chuva e do vento, porém fica muito próximo do capacete, não tem regulagem de altura e a remoção é trabalhosa, já que obriga ir até uma concessionaria para ser realizada.

O SH 300i conta com painel analógico e é relativamente completo, informando a temperatura do líquido do motor, médias de consumo, hodômetros e relógio digital, mas faltou o conta-giros.

O guidão, que fica em uma altura de 72,8 cm do chão, esterça bem e passa fácil entre os espelhos dos carros.

Nos espaços para bagagens você vai contar com um pequeno porta-objetos do lado esquerdo do painel, e um gancho frontal que permite pendurar sacolas ou mochilas, o que ajuda muito á que o compartimento de abaixo do banco de 16 litros permite guardar apenas um capacete grande. Destaque para a tomada de 12V e um local reservado para guardar e carregar celular.

O banco único com descanso para lombar do piloto é largo e confortável, sendo posicionado a uma altura de 80,5 cm do solo. Ele é fácil de ser acessado para quem mede acima de 1,70 m, mas uma pessoa abaixo desta estatura terá dificuldade para colocar os pés no chão.

Transmissão

A caixa automática CVT (transmissão continuamente variável) oferece um deslocamento macio no rodar do SH 300i, com respostas rápidas da moto a cada solicitação do motorista.

Freios

O conjunto aplicado no SH 300i mostra-se de acordo para a proposta do scooter e responde muito bem quando solicitados. Com um disco de 256 mm na dianteira e 240 mm na roda traseira, o sistema antitravamento ABS mostrou uma atuação perfeita em pista seca ou molhada. A sensação de segurança está sempre presente, principalmente nas frenagens de emergência.

Suspensão

Composta por dois amortecedores traseiros com 114 mm de curso e com cinco regulagens de pressão e garfo telescópico dianteiro de 115 mm de curso, a suspensão do SH 300i garante uma pilotagem estável, macia e agradável, enfrentando bem as irregulares das ruas e rodovias. A boa aderência nas curvas é obtida também graças aos competentes pneus Metzeler 130/70 na traseira e 110/70 na dianteira de aros 16”.

Disponível apenas nas cores Vermelho Perolizado e Cinza Metálico, o SH 300i tem preço sugerido de R$ 20.990. O modelo conta com 3 anos de garantia, sendo que a Honda oferece como benefício o fornecimento gratuito de óleo genuíno para sete revisões, válido a partir da terceira inspeção.

Podemos chegar a conclusão que o SH 300i é um scooter que vai muito bem além da cidade, sendo confortável e potente para encarar a estrada. Se você busca um scooter mais versátil, bom não só para o seu dia a dia como para bons passeios aos fins de semana, certamento vai ficar satisfeito (a) na escolha do SH 300i.

Banco do Garupa: nota 9

“O banco do garupa é muito confortável, existe uma pequena inclinação para frente que dá mais sensação de segurança, evitando que você se desloque sobre o piloto. O assento é bastante largo, macio e oferece uma boa visão do trânsito a frente. Aprovado!” - opinião de Alessandra B. Lazzari 

 
 
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
 

Ficha técnica

Motor: OHC, Monocilíndrico, 4 tempos, arrefecido a líquido
Cilindrada: 279,1 cm³
Diâmetro x Curso: 72 x 68,6 mm
Relação de Compressão: 10,5:1
Sistema de alimentação: Injeção Eletrônica PGM-FI
Combustível: Gasolina
Potência máxima: 24,9 cv a 7.500 rpm
Torque máximo: 2,59 kgf.m a 5.000 rpm
Transmissão: CVT
Sistema de partida: Elétrico 

 

José Luiz Lazzari |