Terminamos o teste de 30 dias com o Honda SH 300i. Nesse período, rodamos cerca de 2.000 quilômetros, distância suficiente para conhecer a fundo o produto e tirar as nossas conclusões.

Em um mês o SH 300i rodou com todos os integrantes da equipe da Agência Infomoto. Encarou os congestionamentos nas avenidas movimentadas, como a 23 de Maio, ou as ruas estreitas dos bairros da Zona Norte de São Paulo. Apesar do porte imponente, ele é estreito e conseguiu driblar o trânsito e até andar junto com os motoboys nos corredores.

O espaço sob o banco não é muito grande, mas permite encaixar um capacete – pode ser fechado, desde que não tenha muitas entradas de ar. Se optar por guardar jaqueta ou uma mochila pequena poderá prender até dois capacetes nos ganchos laterais e mantê-los seguros. Ainda assim recomendamos a instalação de um bauleto para ampliar a capacidade de carga.

Seu consumo de combustível também foi um ponto a favor, as médias oscilavam entre 25 e 35 km/l. Claro que dependendo muito da “tocada” e da pressa de cada piloto. Quem tiver a mão leve na pilotagem poderá rodar mais de 250 quilômetros sem visitar o posto de combustível.

Viagens

Com tais características o SH 300i pode ser usado na cidade ou atender quem gosta (ou precisa) fazer viagens curtas. Caso dos muitos trabalhadores que moram em cidades próximas de capitais como Betim (Belo Horizonte); Niterói (Rio de Janeiro) ou Atibaia (São Paulo), como é o meu caso. Para esse usuário o scooter mostrou ter a medida certa entre desempenho, conforto e consumo de combustível.

Outro fator que chamou atenção é a segurança transmitida pelo sistema de freios ABS. A ciclística combinou muito bem as rodas de 16 polegadas com baixo centro de gravidade, permitindo atacar as curvas com segurança.

Além de agradar quem precisa de um transporte rápido e racional para o dia a dia, o SH 300 também oferece a opção de ser um veículo de lazer. Graças ao motor de 279,1 cm³ de capacidade cúbica e 24,9 cv de potência máxima viajar com ele foi muito tranquilo, podendo manter velocidade de cruzeiro de 110/120 km/h sem forçar o motor e até atingir os 150 km/h de velocidade máxima. Características que permitem longas viagens, com paradas a cada 200 km sem se cansar. Quem roda pouco e usará um scooter apenas no ambiente urbano, modelos de menor custo e motorização - como o PCX, SH 150 ou Yamaha NMax 160 - podem ser opções mais racionais.

Nossa conclusão é que o SH 300i pode atender um grande número de usuários de motos que buscam o veículo polivalente, capaz de encarar a cidade e a estrada. Agora com a redução do preço sugerido que passou de R$ 23.590,00 para R$ 20.990,00 o modelo entra na briga com o Dafra Citycomm S 300i (que custa R$ 18.990). Nessa briga quem ganhou foi o consumidor que ganha mais uma opção.

FICHA TÉCNICA

Honda SH 300i

Motor: Um cilindro, 279,1 cm³, OHC, arrefecimento líquido
Diâmetro e curso: 72,0 mm x 68,6 mm
Taxa de compressão: 10,5 : 1
Potência: 24,9 cv a 7.500 rpm
Torque: 2,59 kgf.m a 5.000 rpm
Alimentação: Injeção eletrônica
Transmissão: CVT
Partida Elétrica
Quadro Monobloco Underbone
Suspensão dianteira Garfo telescópico com 115 mm de curso
Suspensão traseira Sistema bichoque com 114 mm de curso
Freio dianteiro Disco de 256 mm de diâmetro com pinça de dois pistões e ABS
Freio traseiro Disco de 240 mm de diâmetro com pinça simples e ABS
Pneus 110/70-16 (D) e 130/70-16 (T)
Dimensões: 2.131 mm de comprimento, 728 mm de largura, 1.600 mm de altura;
Distância entre-eixos: 1.438 mm
Distância mínima do solo: 130 mm
Altura do assento: 805 mm
Peso a seco: 162 kg
Capacidade do Tanque: 9,1 litros
Preço público sugerido: R$ 20.990

 

 
 
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
 
Honda SH 300i 2017
Honda SH 300i 2017
Honda SH150i 2017
 
Honda SH150i 2017
Honda SH150i 2017
 
 

 

Redação |

Veja mais notícias da marca