A Triumph anunciou nesta semana a chegada de duas novas integrantes para a família Bonneville no mercado brasileiro. A primeira é a Triumph Bonneville Street Scrambler, que custa R$ 41.990 e aposta num visual mais rústico e focado no off-road. Já a segunda é a Triumph Bonneville Bobber, que pode ser encontrada nas concessionárias pelo preço de R$ 49.990 e se sobressai pelo design “clássico moderno” e uma experiência de pilotagem diferenciada.

A nova Bonneville Street Scrambler, como o próprio nome indica, aposta no estilo scrambler. O modelo traz uma série de recursos exclusivos, como o tanque de combustível diferenciado, carenagens com novo formato, tampa do motor preta com o emblema da marca, corpo do acelerador com acabamento em alumínio, cabeçote do motor exclusivo, detalhes metálicos e em alumínio escovado, entre outros. Por outro lado, a motocicleta mantém a característica silhueta da Bonneville convencional.

Há também uma série de outros itens, como assento traseiro e pedaleira do garupa removível, banco bipartido em estilo Alcantara, pedaleiras em aço de alta resistência, suporte de farol em alumínio, painel lateral característico no lado esquerdo, novo para-lama dianteiro, joelheiras exclusivas de borracha e novos retrovisores.

A lista de equipamentos inclui ainda acelerador ride-by-wire, escapamento duplo em aço inoxidável, luz traseira em LED, controle de tração, painel de instrumentos com elementos analógicos e digitais, rodas raiadas de 19 polegadas na frente e 17 polegadas atrás, entre outros.

O motor que equipa a motocicleta é um bicilíndrico de 900 cc, que consegue desenvolver 55 cavalos de potência, a 6.000 rpm, e 8,16 kgfm de torque, a 2.850 rpm, associado a um câmbio de cinco marchas.

A nova Bonneville Street Scrambler pode ser encontrada nas cores Jet Black, Matt Khaki Green e Korosi Red/Frozen Silver (esta última com revestimento pintado à mão e decalques exclusivos no tanque).

Por outro lado, a Triumph Bonneville Bobber ostenta o melhor estilo “hotrod”. O modelo foi inspirado nas motocicletas pós-guerra, nos anos 1940, que contavam com o mínimo de componentes possível, como para-lamas, proteções e luzes indicadoras, para disputar rachas e corridas de rua. Como destaque, há a postura baixa, assento individual, guidão larga, rodas com raios cromados e roda traseira mais larga.

 
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
 
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Bobber 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
Triumph Bonneville Street Scrambler 2018
 
 

Entre os recursos, a Bobber conta ainda com espelhos retrovisores nas extremidades do guidão, caixa de bateria com alça em aço inoxidável, moldura do para-lama dianteiro, corpos de aceleração duplos em estilo carburador, alavancas manuais ajustáveis, novo painel lateral, cobertura da engrenagem dentada com tampa de inspeção removível, cubo traseiro com inspiração em “tambor de freio” clássico, sanfonas de borracha tradicionais, entre outros.

A lista de equipamentos inclui itens como acelerador eletrônico ride-by-wire, controle de tração, dois modos de pilotagem (chuva e estrada), embreagem com auxílio de torque, luz traseira em LED, entre outros.

Se sobressai ainda a posição de pilotagem ajustável, capaz de se adaptar a cada altura de piloto ou estilo de pilotagem. Isso é possível devido ao banco “flutuante” de alumínio, que pode ser posicionado para cima e para frente e também para baixo e para trás.

O motor da nova Triumph Bonneville Bobber é o bicilíndrico de 1.200 cc já usado na Bonneville T120, mas com mudanças para entregar mais torque em baixas e médias rotações – a 4.500 rpm, o motor oferece cerca de 10% mais torque e potência que o do outro modelo. São 77 cv, a 6.100 rpm, e 10,8 kgfm, a 4.000 rpm.

A Bobber chega ao Brasil nas cores Jet Black, Morello-red e Ironstone.
 

Redação

 

Redação |