Fabricantes de veículos precisam ler o futuro constantemente. Um projeto que chega às lojas agora já estava sendo pensando há cerca de cinco anos, portanto não chega a ser uma surpresa quando um deles resolve pensar mais adiante. É o que a BMW Motorrad está fazendo em várias áreas, inclusive no segmento de motociclismo.

Nesta semana, a marca alemã revelou em Los Angeles o conceito Vision Next 100, uma moto conceitual que antecipa as necessidades e tecnologias daqui a 30 anos. A ideia é imaginar o que deve ser considerado para um público que está nascendo agora ou que ainda está na infância e terá certamente um perfil de consumo bem diferente de hoje.

A Vision Next 100, por exemplo, utilizará um um quadro flexível, que dispensa juntas e articulações. O guidão segue o mesmo conceito e se ajusta ao quadro a fim de mudar a direção da moto. Batizado de Flexframe, ele é capaz de ficar mais rígido à medida que a velocidade avança.

A propulsão da moto conceitual utiliza um motor boxer com uma tecnologia impressionante: conforme a necessidade de potência e torque, ele se expande e melhora inclusive a aerodinâmica – obviamente, será um motor com zero emissões de poluentes, algo obrigatório nas próximas décadas.

A moto possui um design minimalista, segundo a BMW. Curiosamente, a marca foi buscar na década de 1920 e na primeira moto R32 a inspiração para criar um quadro em formato de triângulo que une as rodas dianteira e traseira.

 
 
BMW Motorrad Next Vision 100 BMW Motorrad Next Vision 100
BMW Motorrad Next Vision 100 BMW Motorrad Next Vision 100
BMW Motorrad Next Vision 100 BMW Motorrad Next Vision 100
BMW Motorrad Next Vision 100 BMW Motorrad Next Vision 100
BMW Motorrad Next Vision 100 BMW Motorrad Next Vision 100
BMW Motorrad Next Vision 100 BMW Motorrad Next Vision 100
 
 

Sem capacete

Há outras inovações como pneus que mudam seu perfil dependendo do terreno, partes em carbono e uma estrutura em formato de ‘U’ que tem a função de abrigar os faróis e também servir como para-brisa.

A maior novidade da BMW Motorrad Vision Next 100, no entanto, está na conectividade e nos sistemas de direção autônomos. Imagina-se que nessa época a interação entre piloto e máquina se dará num nível nunca antes imaginado. Somado a sistemas que preveem as ações de outros veículos será possível antecipar qualquer tipo de risco na direção, inclusive a possibilidade de queda – a moto será incapaz de tombar.

Graças a isso, será possível ter um nível de liberdade impossível atualmente: macacões de proteção e capacetes serão dispensáveis, restando apenas um óculos de proteção com recursos de inteligência que projetarão informações no visor dependendo de onde o piloto está olhando.

Até mesmo o traje de pilotagem será inovador, capaz de inflar a parte de trás a fim de aliviar a pressão na nuca e também corrigir a temperatura interna, dependendo das condições do clima.

Em 2046, será interessante conferir o que a BMW Vision Next 100 acertará em sua previsão. Nossa torcida é para que esteja 100% certa.

Ricardo Meier

 

Ricardo Meier |

Veja mais notícias da marca

BMW renova a F 750 e a 850 GS
16/11/2017 15:06:00

BMW renova a F 750 e a 850 GS

BMW revela a inédita G 310 GS
13/11/2017 11:30:00

BMW revela a inédita G 310 GS

Teste: BMW R 1200 GS
01/11/2017 19:26:00

Teste: BMW R 1200 GS