Depois de nadar de braçadas há anos no segmento das esportivas de entrada, a Kawasaki Ninja 300 vai disputar a preferência dos consumidores com a nova YZF-R3, da Yamaha, apresentada na última semana. O novo modelo global da marca japonesa já está sendo produzida em Manaus (AM) e será vendida a partir da segunda quinzena de setembro pelo preço de R$ 19.990, ou R$ 21.990 na versão equipada com freios ABS, esta programada para chegar na segunda metade de novembro.

A nova Yamaha YZF-R3 é equipada com um motor de 321 cc, dois cilindros em linha, 4 tempos, DOHC, arrefecimento a líquido, 4 válvulas por cilindro e injeção eletrônica, com direito a pistões forjados em alumínio e cilindro com a tecnologia DiASil Yamaha, fabricado com 80% de alumínio e 20% de silício. Segundo a marca, o propulsor rende 42 cavalos de potência e 3,02 kgfm de torque.

O conjunto oferece ainda sistema de admissão Downdraft Intake, que direciona o ar de forma descendente ao motor, em conjunto com a injeção eletrônica e ECU digital de 16 Bit, trabalhando em sincronia para uma queima de combustível mais eficiente, proporcionando performance de baixas a médias rotações, e notável aceleração em altas rotações.

O chassi do modelo da Yamaha é do tipo diamante, com tubos de aço. A R3 traz freio a disco nas duas rodas, sendo o dianteiro flutuante, com 298 milímetro de diâmetro, e o traseiro com 220 mm. A suspensão dianteira traz 130 mm de curso e tubos internos de 41 mm de diâmetro, enquanto a traseira traz garfo com 573 mm de comprimento e curso de 125 mm, do tipo Monocross, oferecendo ajuste de pré-carga em sete posições para se adequar ao tipo de pilotagem, terreno e carga.

No visual, a Yamaha YZF-R3 é inspirada na irmã maior R1, com traços do DNA Yamaha R-Series. O destaque fica por conta dos faróis duplos e luz de posição exclusiva, além do design agressivo da carenagem dianteira, desenvolvido em camadas que percorrem as laterais, direcionando o fluxo de ar com o mínio de resistência enquanto também arrefece o motor. Há ainda lanterna em LED e assento bipartido, que oferece distância de 780 milímetros em relação ao solo. No banco superior, há alça para o garupa e duas travas-capacete.

A YZF-R3 traz um painel de instrumentos iluminado por LED e com Shift Light, que pode ajustado de acordo com a preferência do piloto, podendo optar pelo tipo de acendimento (luz fixa, piscante e strobe), há 3 níveis de luminosidade, com acionamento a partir do RPM desejável (a partir de 7.000rpm), entre outras opções. Há ainda um display LCD e conta-giros analógicos, além de indicador de marcha, nível de combustível, temperatura da água, relógio, hodômetro total e dois parciais, indicador de troca de óleo, consumo médio e instantâneo de combustível.

O novo modelo estará disponível em três opções de cores: Midnight Black (preto), Rapid Red (vermelho e branco) e Racing Blue (azul e prata fosco). 

 
 
 
 
Redação

 

Redação |