Melhorar a ciclística das motos e – o que é mais importante – aprimorar consideravelmente a segurança para o piloto e garupa ao rodar. A Honda apresentou nesta semana a linha 2018 para as gamas CG e Bros com uma novidade importante: todos os modelos das famílias passam a ser equipados com o sistema CBS de freios combinados. A sigla é uma referência em inglês para a tecnologia, portanto Combined Brake System, e a necessidade de equipar os modelos com a tecnologia surgiu de pesquisas onde se descobriu que a maioria dos motociclistas usam os freios de maneira errada, por isso o CBS é tão importante. 

Segundo a Honda, no caso da Bros a chegada do sistema CBS representou um desafio técnico não só por causa do longo curso das suspensões como pelo centro de gravidade mais elevado do modelo, fator que é devido ao posicionamento do motor e do escapamento diferente de modelos tipo "street". Este comportamento dinâmico diverso em frenagem demandou um ajuste específico do sistema CBS para a NXR 160 Bros, levando em consideração não apenas estas características como a adequação para o uso em terrenos com baixo índice de aderência como chão de terra batida.

A fabricante japonesa acrescenta que o sistema CBS foi configurado para que, ao acionar o freio traseiro, aproximadamente 30% da capacidade de frenagem dianteira seja acionada simultaneamente, limitando o mergulho da motocicleta no momento da frenagem, favorecendo a redução de espaço de parada e mantendo a estabilidade, proporcionando assim uma maior segurança ao usuário.

Em sua versão ESDD, a Honda Bros segue equipada com freio a disco nas duas rodas, sistema que oferece uma capacidade de frenagem ainda melhor.

Na parte mecânica, a trail de entrada com capacidade on/off road recebeu aprimoramentos no garfo da suspensão traseira, que passou a contar com nova calibração oferecendo mais resistência e incremento à rigidez, beneficiando a durabilidade e estabilidade, explica a Honda.

O motor de 162,7 cm³ presente nas gamas Bros e CG segue com até 14,7 cv de potência e 1,6 kgfm de torque, ambos com etanol, sendo que única novidade na linha 2018 é a introdução de um novo sensor para a leitura de gases da combustão, com maior sensibilidade e capacidade de análise dos dados. De acordo com a Honda, ele permitiu ganhos na eficiência do propulsor e menores índices de emissões de poluentes.

Tanto a Bros quanto a gama CG também passam a contar com uma nova suspensão dianteira do tipo SFF, que mescla um sistema hidráulico e outro mecânico com molas na parte interna das bengalas.

A nova Honda NXR Bros 160 com o sistema de freios combinado (CBS) chegará às lojas por R$ 11.990 nas cores laranja, vermelha e azul. Já gama Honda CG 2018, também com o CBS de série, terá os seguintes valores:

CG 160 Start – R$ 7.990 (cores: vermelha e preta)
CG 160 Fan – R$ 8.990 (cores: branca, vermelha e preta)
CG 160 Titan – R$ 10.190 (cores: azul, vermelha e preta)

 
 
Honda NXR 160 Bros 2018
 
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
 
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
 
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
 
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
 
Honda NXR 160 Bros 2018
Honda NXR 160 Bros 2018
 
 
César Tizo

 

César Tizo |

Veja mais notícias da marca