Indo na contramão da CB 300R, que deu lugar para a nova CB Twister, a Honda resolveu manter a XRE 300 na linha 2016. A trail da marca japonesa segue praticamente igual ao modelo lançado há quase sete anos, com direito apenas a alterações estéticas, novos equipamentos e aprimoramentos no conjunto mecânico, que agora está nos conformes do Promot 4.

Entre as mudanças, a nova Honda XRE 300 traz carenagens redesenhadas, novos grafismos e um painel de instrumentos totalmente novo, semelhante ao usado na Twister, do tipo blackout e com informações como velocidade, nível de combustível, tacômetro, hodômetro total e parcial, além das luzes espias.

Há ainda um novo tanque de combustível, agora com capacidade para 13,8 litros (aumento de 0,2 l) e nova tampa para o bocal de abastecimento, além de novos comandos de guidão, com direito a lampejador do farol.

O motor, por sua vez, é um motor monocilíndrico DOHC (Double Overhead Camshaft) de 291,6 cm³, 4 tempos, com injeção eletrônica PGM-Fi (Programmed Fuel Injection), arrefecido a ar e tecnologia FlexOne, que consegue entregar 25,4 cv de potência com gasolina e 25,6 cv com etanol, a 7.500 rpm, e torque de 2,76 kgfm e 2,8 kgfm, respectivamente, a 6.000 rpm. O conjunto traz ainda partida elétrica, câmbio de cinco marchas e transmissão final por corrente.

A motocicleta usa chassi tubular de berço semiduplo, suspensão com garfo telescópico, com curso de 245 mm, na dianteira, e do tipo Pro-link monoamortecida, com curso de 225 mm, na traseira, e freios a disco com diâmetro de 256 mm na frente e 220 mm atrás, com opção de sistema C-ABS (Combined ABS).

A nova linha da XRE 300 estará à venda a partir de março na versão Standard, nas cores vermelho metálico, preto fosco e branco fosco, com preço de R$ 15.560, e C-ABS, apenas na cor vermelho rally, por R$ 17.750. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões. 

 
 
 
 
Redação

 

Redação |