A Alcoa, uma das maiores produtoras de alumínio do mundo, divulgou recentemente a lista dos 10 finalistas do Prêmio Alcoa de Inovação em Alumínio, que quer incentivar o desenvolvimento de ideias inovadoras e sustentáveis com o uso de alumínio. Foram mais de 150 projetos recebidos nesta edição, sendo que cada categoria (Estudante e Profissional) teve cinco finalistas, exibidos no site da empresa.

Os finalistas foram escolhidos por uma Comissão de Seleção, formada por 10 profissionais de diversas áreas da Alcoa, levando em consideração critérios como a consistência das informações preenchidas no Relatório Descritivo, grau de inovação, potencial de aplicabilidade e de sustentabilidade da proposta.

Na segunda etapa de avaliação, que acontecerá no dia 13 de abril de 2016, as equipes selecionadas deverão apresentar os projetos para uma Comissão de Premissão, composta por quatro profissionais de mercado e dois membros da Alcoa, que também vai avaliar os protótipos desenvolvidos.

As equipes de cada um dos 10 projetos finalistas contarão com uma ajuda de custo de R$ 3 mil para a elaboração dos protótipos. Cada integrante vai receber ainda certificado e um smartphone.

“Inovação é um dos Valores da Alcoa. O Prêmio traz a profissionais e estudantes a oportunidade de criar e desenvolver produtos e soluções sustentáveis que podem trazer grandes melhorias para a nossa sociedade”, afirma o gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Alcoa América Latina, Jorge Gallo.

No dia 13 de abril, haverá ainda o evento de premiação, aberto a convidados.

Nas doze edições anteriores, foram mais de dois mil projetos enviados, com a participação de cerca de 230 universidades de todo o Brasil.

Para participar da premiação na categoria Estudante, os interessados devem estar em cursos de nível superior, graduação ou pós-graduação, e ter 18 anos ou mais. Os projetos apresentados devem ser produzidos em equipes com, no máximo, quatro integrantes e contar com a orientação de um professor da mesma instituição.

Já na categoria Profissional, podem se inscrever pessoas que trabalhem com desenvolvimento de projetos e que já atuam no mercado de trabalho. A equipe participante deve ter entre dois e quatro integrantes, sendo que pelo menos um deles precisa ter formação em nível superior, enquanto os demais podem ter formação superior ou experiência profissional de no mínimo três anos. 

Redação

 

Redação |