Com o transito caótico de hoje em dia a procura por motocicletas cresce cada vez mais. Dentro deste cenário, e depois de nossa reportagem recente com o Yamaha NMax, o MOTOO buscou avaliar a Yamaha Factor 150 UBS, que traz o sistema de freios combinado da marca. Uma moto de entrada para quem busca alternativa por maior mobilidade, sem abrir mão do conforto e visando economia. Lançada em 2015, ela mostra que veio para atuar de maneira competitva no segmento que representa o maior volume de vendas entre as motocicletas oferecidas no país.

O motor de 149 cm³ traz injeção eletrônica e a segunda geração do BlueFlex, como a marca chama comercialmente sua tecnologia bicombustível. Com um cilindro e refrigeração a ar, o propulsor de 4 tempos entrega até 12,4 cv a 7.500 rpm com etanol, o que não chega a impressionar nas arrancadas e retomadas de velocidade, mas da conta do recado. Ao avaliar uma moto como a Factor 150 é sempre importante ter em mente que ela busca principalmente a economia de combustível, sendo capaz de alcançar média de até 50 km/l com uma tocada mais suave ou um número em torno de 40 km/l adotando uma pilotagem mais agressiva, nos dois casos com gasolina no tanque. A capacidade do reservatório é para 15,7 litros de combustível, o que confere à Factor 150 autonomia de quase 600 km. Isso é ótimo pois é necessário visitar o posto só de vez em quando. Na estrada a Factor 150 vai bem em viagens curtas. Se a ideia é usar a moto em percursos mais longos, o cansaço aparece e começa a incomodar.

A posição de pilotagem, contudo, é confável na cidade graças ao tanque alto e grande, que, combinado com a altura elevada do guidão, confere uma agradável sensação de comandar uma moto de maior porte, além de proporcionar agilidade e segurança na condução.

Sistema de freio combinado UBS (Unified Brake System), mecanismo desenvolvido pelos engenheiros da Yamaha do Brasil, é um recurso importante e ajuda a tornar a pilotagem mais segura. No caso da Factor 150, quando acionamos o freio traseiro o conjunto dianteiro também recebe uma pressão de até 30% do que foi solicitado para a roda traseira. O sistema é perfeito para aqueles que estão iniciando no mundo das motos, minimizando possíveis acidentes. O sistema de freios da Factor 150 é tecnicamente eficiente, mas poderia contar com um acabamento melhor.

Com linhas harmoniosas e estilo esportivo, a Factor 150 UBS ostenta um grafismo bastante discreto, o que deixa a moto “limpa” combina muito bem com as rodas de liga leve na cor preta, uma tendência que ganhou força entre os carros mais recentes e vêm agradando também os clientes de motos novas. As aletas laterais e a lanterna bipartida reforçam o visual agressivo, porém uma crítica para o visual da Factor 150 vai para a alça de apoio do garupa, que merecia um design mais atual.

O painel de instrumentos é digital e completo, contemplando indicador de marcha, relógio, hodômetro e contas-giros. Destaque também para a função Fuel Trip, que informa quantos quilômetros a moto é capaz de percorrer com o combustível na reserva. Como uma salvaguarda de segurança, a partida elétrica não é acionada com o câmbio engatado. Os demais comandos na Factor 150 nos manetes direito e esquerdo são simples e de fácil manejo.

A suspensão da Factor 150 é convencional como convém a uma moto abaixo de R$ 10.000 e não traz surpresas, sendo composto pelo garfo telescópico dianteiro com 120 mm de curso e balança com dois amortecedores traseiros de 120 mm de curso. Durante nossa avaliação com a Factor 150 o conjunto absorveu bem as irregularidades e buracos do asfalto castigado de São Paulo, mostrando-se bem adaptado para a proposta urbana da motocicleta.

A versão testada está disponível em três cores: Preto Eclipse, Vermelho Pepper e Sports White. Com preço de R$ 8.890 na versão única ED, a moto é uma excelente pedida para quem quer uma street bem adaptada para o uso urbano.

Garupa: o banco é relativamente estreito e o cansaço aparece mais cedo. A posição e altura são boas. Para a cidade vai bem, já na estrada cansa rápido. Nota 7,5 

 
 
Yamaha Factor 150 2018
 
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
 
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
 
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
 
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
 
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
 
Yamaha Factor 150 2018
Yamaha Factor 150 2018
 
 

Ficha técnica – Yamaha Factor 150 UBS

Preço: R$ 8.890

Motor
Monocilíndrico, 149 cm³, SOHC, 4 tempos, 2 válvulas, refrigeração a ar
Diâmetro e curso: 57,3 mm x 57,9 mm
Taxa de compressão: 9,6:1
Potência: 12,4 cv (etanol)/12,2 cv (gasolina) a 7.500 rpm
Torque: 1,3 kgfm a 5.500 rpm (etanol ou gasolina)
Alimentação: injeção eletrônica

Transmissão: 5 marchas

Sistema de Partida: elétrico

Chassi
Tipo: diamante
Suspensão dianteira: garfo telescópico com 120 mm de curso
Suspensão traseira: balança com 92 mm de curso

Freio dianteiro: a disco, com 245 mm de diâmetro
Freio traseiro: a tambor, com de 130 mm de diâmetro

Pneu dianteiro: 2,75-18 aro 18”
Pneu traseiro: 90/90 aro 18”

Comprimento: 2,01 m
Largura: 73 cm
Altura: 1,09 m
Distância entre-eixos: 1,32 m
Distância mínima do solo: 17,5 cm
Altura do assento: 78,5 cm

Peso: 127 kg
Capacidade do Tanque: 15,7 litros

 

José Luiz Lazzari |