Quando foi lançada no Brasil, em 2010, e estreou com um novo motor mais fácil de pilotar, graças ao maior torque em baixas rotações mesmo que para isso tenha que sacrificar a potência final, a Yamaha XJ6 foi motivo de muitas criticas. Porém, no final a estratégia foi seguida pelas concorrentes e mostrou que a Yamaha estava no caminho certo. No exterior, não demorou para que a XJ6 ganhasse o sobrenome Diversion na Europa, o que já diz muito sobre seu caráter de pilotagem.

O motor de 600 cm³, com 4 cilindros e 16 válvulas, conta com refrigeração a líquido e por si só já é um dos motivos desta diversão que a XJ6 provoca em seu piloto. O ronco característico do propulsor contagia a todos quando elevamos o giro acima das 5.000 rpm. Embora não tenha recebido grandes mudanças desde o seu lançamento, o motor responde bem nas arrancadas e retomadas de velocidade.

A potência máxima de 87 cv a 11.000 rpm não fará você reclamar do desempenho, enquanto o torque de 6,08 kgfm confere uma pilotagem agradável no trânsito quase sempre congestionado dos grandes centros urbanos, oferecendo a vantagem de não exigir mudanças constantes de marchas.

O porte da XJ6 também é muito interessante, já que ela passa facilmente pelos corredores. Na estrada, a XJ6 mantém as boas respostas quando o manete direito é solicitado. O entre-eixos curto e o centro de gravidade mais baixo torna as viagens com a XJ6 bastante prazerosas. Ela transmite muita emoção na pilotagem, mas ao mesmo tempo uma forte sensação de segurança em uma pilotagem mais agressiva.

O câmbio de 6 velocidades é suave e suas respostas são rápidas. No trânsito, isso se reflete em agilidade. Voltando ao uso rodoviário, nesse cenário o motor despeja vitalidade e trabalhando em grande parte com a 5ª ou a 6ª marcha, portando deixando o motor em rotações mais baixas, consumo aferido por nós ficou entre 23 a 25 km/l. Para a categoria da XJ6 ele é bastante econômico e o tanque de gasolina com capacidade de 17,3 litros confere para a naked da Yamaha uma autonomia que gira em torno de 400 km.

O sistema de freio da Yamaha XJ6 é muito bom, de acordo com a proposta da moto, e contempla um disco duplo para a roda dianteira com 298 mm, enquanto sobre a roda traseira atua um disco simples de 245 mm. O sistema ABS ajuda a frear com segurança e nesse ponto ela nos agradou bastante.

Suspenção dianteira conta com grafo telescópico de 130 mm, porém o aspecto do conjunto poderia ser mais robusto, conferindo um visual ainda mais agressivo para a XJ6. O braço oscilante que sustenta a roda traseira oferece opção de 7 regulagens. Ao longo de nossa avaliação, o conjunto dianteiro e traseiro formou um conjunto bem equilibrado em conforto, performance e estabilidade, além de suportar muito bem as irregularidades das nossa ruas e rodovias.

O visual agradou e chama a atenção por onde a XJ6 passa. O banco bipartido e o farol com carenagem da mesma cor da moto dão uma conotação agressiva e despojada a XJ6 N. O painel de instrumentos é completo e em grande parte digital, agrupando velocímetro, hodômetro total e dois parciais (trip 1 e trip 2), marcador do nível de combustível, relógio e luzes espia. O conta-giros, por sua vez, é analógico.

A XJ6 N é oferecida em duas cores: Racing Blue (azul metálico), modelo que testamos, e a Matt Grey (cinza fosco) sempre com sistema ABS de serie. O preço sugerido é de R$ 33.990.

Como levantamos no início desta avaliação, o importante é que a XJ6 N ABS continua oferecendo muita diversão ao pilotar, tudo isso aliado a uma tocada segura e sem exagerar no consumo. Uma moto que faz jus ao sobrenome Diversion!

Banco do Garupa: nota 7,5

Mesmo para a categoria que não tem olhos de conforto para este item, o espaço para o passageiro agradou nossa garupeira, que comentou: “em percursos mais longos o cansaço aparece, as pernas bastante ficam flexionadas e o banco mais estreito exige algumas paradas para relaxar, mas, no uso cotidiano, a XJ6 N vai bem melhor que outros modelos da categoria”.

 
 
Yamaha XJ6 2018
 
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
 
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
 
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
 
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
 
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
 
Yamaha XJ6 2018
Yamaha XJ6 2018
 
 

Ficha técnica – Yamaha XJ6 N

Preço: R$ 33.900

Motor: 4 cilindros, 600 cm³, DOHC, 4 tempos, refrigeração líquida
Diâmetro e curso: 65,5 mm x 44,5 mm
Taxa de compressão: 12,2:1
Potência: 77,5 cv a 10.000 rpm (gasolina)
Torque: 6,08 kgfm a 8.500 rpm (gasolina)
Alimentação: injeção eletrônica

Transmissão: 6 marchas

Sistema de Partida: elétrico

Chassi: Diamond com estrutura tubular em aço
Suspensão dianteira: garfo telescópico com 130 mm de curso
Suspensão traseira: braço oscilante com 42 mm de curso

Freio dianteiro: disco duplo, com 298 mm de diâmetro
Freio traseiro: a disco, com de 245 mm de diâmetro

Pneu dianteiro: 120/70 aro 17”
Pneu traseiro: 160/60 aro 17”

Comprimento: 2,12 m
Largura: 77 cm
Altura: 1,08 m
Distância entre-eixos: 1,44 m
Distância mínima do solo: 14 cm
Altura do assento: 78,5 cm

Peso: 210 kg
Capacidade do Tanque: 17,3 litros

 

José Luiz Lazzari |