Abraciclo prevê alta no mercado em 2020

Depois de ultrapassar o marca de mais de um milhão de motocicletas comercializadas em 2019, associação está otimista
Fábrica

Fábrica | Imagem: Divulgação

Em 2019, a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) registrou nada menos que 1.107.758 unidades fabricadas por suas associadas no Polo Industrial de Manaus (PIM). O número foi 6,8% superior na comparação com o ano de 2018, quanto 1.036.788 unidades foram construídas por lá.

Com o mercado em alta, a associação está otimista e projetando uma alta na produção na ordem de 6,1% em 2020 na comparação com o ano passado. Assim, a estimativa para este ano é de que as empresas associadas produzam no Polo Industrial de Manaus cerca de 1.175.000 motocicletas e similares até o final do ano.

Segundo Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, os motivos para a expectativa de mais uma alta no mercado de motocicletas estariam “no aumento da confiança do consumidor, na maior oferta de crédito, no lançamento de novos produtos mais modernos e na evolução da demanda por veículos de duas rodas para mobilidade”.

Se a estimativa da associação para 2020 se confirmar, o mercado brasileiro viverá o terceiro ano consecutivo com produção superior a um milhão de unidades, comprovando um crescimento contínuo no mercado de motocicletas. “É um resultado a se comemorar, mas também é importante lembrar que, ainda assim, estaremos bem distantes de nosso recorde de 2011, quando chegamos a 2,1 milhões de motocicletas produzidas no Brasil”, afirmou o executivo da Abraciclo.

Fábrica da BMW Motorrad em Manaus
Fábrica da BMW Motorrad em Manaus
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!