A BMW anunciou a chegada da nova S 1000 RR ao Brasil. E ainda cravou: a segunda geração da esportiva será produzida no País. Para isso a fábrica da marca em Manaus (AM) irá receber um investimento de R$ 4,7 milhões para implantar novas tecnologias na linha e treinar os cerca de 175 colaboradores diretos e indiretos. A produção terá início no dia 12 de setembro e o lançamento está marcado para acontecer até o fim do ano, mas os preços ainda não foram divulgados.

A nova S 1000 RR traz motor 4 cilindros em linha de 999 cm³, que libera 207 cv a 13.500 rpm e 11,5 kgfm a 11.000 rpm. Segundo a BMW, o bloco agora conta com comando de válvulas variável e está 4 kg mais leve. Some isso ao “regime” no sistema de escapamento, no quadro e na suspensão e você verá que a nova geração baixou o peso para 197 kg, 11 kg a menos que no antecessor.

A transmissão é de seis marchas e os freios a discos são duplos na frente – com 320 mm e quatro pistões – e simples atrás – com 220 mm e um pistão. Outras novidades são o assistente de partida em rampas e os quatro modos de pilotagem: Road, Rain, Dynamic e Race.

BERLIM-MANAUS

Inaugurada em 2016, a unidade de Manaus é a única fábrica de motos da BMW fora da Alemanha. Desde o início das operações já recebeu mais de R$ 75 milhões de investimentos da matriz e atualmente produz 10 modelos: R 1250 GS, R 1250 GS Adventure, F 750 GS, F 850 GS, F 850 GS Adventure, G 310 R, G 310 GS, S 1000 R e S 1000 XR. Somados, eles correspondem por 99% das vendas da marca no Brasil.

 
 
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
 
Redação

Motoo

Redação |