CEO da Harley-Davidson deixa o cargo nos EUA

Matt Levatich, há cinco anos no comando da empresa, deixa suas funções na fabricante após quedas nas vendas das motos
Matt Levatich, ex-CEO da Harley-Davidson

Matt Levatich, ex-CEO da Harley-Davidson | Imagem: Divulgação

A Harley-Davidson anunciou que Matt Levatich, CEO da marca há cinco anos, deixou o posto de principal executivo da empresa. Levatich também era presidente e membro do conselho de diretores da Harley, cargos que também deixou ao se desligar da companhia. O executivo trabalhava na Harley há 26 anos e a saída é fruto de um acordo entre ambas as partes.

O motivo que levou à mudança no comando foi a sequência de quedas nas vendas globais da marca. Em nota, Levatich diz que "tenho orgulho do que conseguimos alcançar no período em que fui CEO. Em um dos momentos mais desafiadores de nossa história, fizemos avanços com o plano ‘More Roads to Harley-Davidson’ que vão levar a Harley-Davidson para ter sucesso a longo prazo, acredito nisso".

Para ocupar o cargo deixado por Matt Levatich, a Harley-Davidson escolheu Jochen Zeitz, que assume também provisoriamente a presidência e uma das cadeiras do conselho de diretores. Zeitz já trabalhou para a fabricante de materiais esportivos Puma, onde ficou conhecido por ter restaurado o prestígio daquela marca. Já na Harley, ele foi um dos incentivadores da produção da LiveWire, a primeira moto elétrica da história da marca dos EUA.

A Street Rod ao lado das irmãs custom: novo mercado para a Harley
A Street Rod ao lado das irmãs custom: novo mercado para a Harley
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!