CEO da Royal Enfield confirma planos de moto elétrica

Principal executivo da marca de modelos clássicos diz levar o segmento a sério, mas estratégia ainda será definida
Electric Classic Cars Photon

Electric Classic Cars Photon | Imagem: Reprodução internet

Com mais de 100 anos de história, a Royal Enfield tem muita história para zelar. Tanto que sua linha global de produtos foca em modelos simples e de visual clássico. No entanto, isso não quer dizer que a empresa originalmente inglesa - hoje com matriz na Índia - não está de olho na evolução das motos elétricas.

Em entrevista ao site Moneycontrol, Vindo Dasari, CEO da Royal Enfield, afirmou que “não é mais uma questão se as motos elétricas virão ou não, é uma questão de quando elas chegarão. Nós fizemos protótipos no passado e estamos analisando quais seriam os melhores segmentos para tal produto. Devemos ter em breve novas adições em nosso catálogo”.

Além disso, Dasari disse à publicação indiana que “Motos elétricas são algo no qual estamos pensando há algum tempo. Estamos tentando entender exatamente qual seria o segmento ideal para nós, mas motos elétricas são algo que levamos muito a sério". Até o momento, entre as marcas de grande porte, apenas a Harley-Davidson oferece uma moto elétrica, a LiveWire.

Em abril, a oficina inglesa Electric Classic Cars já antecipou como uma Royal Enfield elétrica pode ficar. Pelas fotos que ilustram o texto, o modelo chamado de Photon é baseado na Classic 500, também disponibilizada no Brasil. Mas, no lugar do monocilíndrico característico da marca, foi colocado um pack de baterias e um motor elétrico. O conjunto pode fornecer 17 cv de potência e uma autonomia de até 112 km/h.

Electric Classic Cars Photon
Electric Classic Cars Photon
Imagem: Reprodução internet
Assine a newsletter semanal do AUTOO!