Com torque de up! TSI, Super Soco CPx pode vir ao Brasil

Marca oferece apenas veículos movidos a bateria e já conta com representação em nosso mercado. Autonomia chega a 140 km
Super Soco CPx scooter elétrico frente-lateral

Super Soco CPx scooter elétrico frente-lateral | Imagem: Divulgação

O scooter está cada vez mais requisitado no mercado brasileiro como alternativa às aglomerações do transporte público. Ao mesmo tempo, veículos elétricos estão ganhando espaço por aqui. E se as duas coisas se juntassem? Na Europa, a Super Soco apresentou o CPx, um scooter elétrico que a empresa diz ser uma “melhor alternativa aos scooters 125”.

Na Inglaterra, o modelo será oferecido em duas opções baterias. A mais simples custa 3.599 libras esterlinas (R$ 26,1 mil), enquanto o modelo com duas baterias chega a 4.699 libras esterlinas (R$ 34,1 mil). A marca Super Soco é chinesa e focada em veículos elétricos de duas rodas. Ela é representada no Brasil pelo grupo Enegie Mobi, que já oferece por aqui a café racer TC e o pequeno scooter CUx.

Considerando a estratégia de expansão global da empresa e o crescimento dos scooters maiores em nosso mercado - vide os lançamentos do Yamaha XMax 250 e o Dafra HD 300, a possibilidade de o novo Super Soco CPx chegar ao Brasil aumenta. Atributos para essa categoria, ele já tem.

O modelo traz um motor elétrico da Bosch montado diretamente na roda traseira. Ele gera pouco mais de 5 cv de potência, mas o número que realmente importa é o de torque: 17,4 kgfm. Tal número já se aproxima do visto em carros 1.0 turbo recentes, como o Volkswagen up! TSI. O modelo europeu é oferecido nas cores preta, cinza e prata.

Entre os itens de série, já traz iluminação completa por lâmpadas de LED, para-brisa, rodas de liga-leve de 16 polegadas, tomada USB para carregamento de dispositivos e bancos divididos. Opcionalmente, podem ser adicionados marcha ré, conectividade via Bluetooth e freio a disco para a roda traseira. As baterias também podem ser removidas para serem recarregadas fora do scooter.

O modelo mais simples conta com uma bateria de 2,7 kWh, enquanto o mais caro tem duas baterias, totalizando 5,4 kWh. Em ambos os casos, as peças ficam sob o assento. No caso da bateria maior, a autonomia pode chegar a 140 km, com velocidade máxima declarada de 90 km/h. Segundo a Super Soco, o tempo de recarga das baterias da CPx, de 0% a 90%, leva de 3 a 4 horas utilizando-se o carregador de parede fornecido pela empresa. 

Super Soco CPx scooter elétrico lateral
Super Soco CPx scooter elétrico lateral
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!