O freio com ABS (sistema de freio antiblocante) é obrigatório desde janeiro de 2014 e todos os carros do Brasil fabricados desde então têm o equipamento de segurança. O ABS evita o bloqueio das rodas, auxiliando no controle da moto, resultando numa frenagem mais curta e em menor espaço.

Mas o ABS ainda não está presente em todas as motocicletas, por isso é importante ficar atento para identificar o ABS para não ser ludibriado no momento da compra. Nos carros é possível ver no painel, mas e nas motos?

Para facilitar o reconhecimento, damos algumas dicas: primeiramente, olhe para os sensores, que são fundamentais para que o sistema funcione nas duas rodas. Observe a roda dianteira e nela é possível notar a "roda fônica", que é semelhante a um disco com inúmeras janelas radiais (sobressaltos) em seu formato, que geram pulsos que são lidos pelo sensor de roda e enviados ao módulo central. A "roda fônica" também está presente nos automóveis, mas é necessário olhar pelo lado de dentro da roda.

E, para se certificar de que há ABS na motocicleta, o painel pode ter a sigla "ABS" em amarelo, compondo as luzes de advertência. Alguns modelos têm a tecla ABS para ativar e desativar o sistema. O módulo, tanto nos carros quanto nas motos, fica mais escondido, justamente para evitar que seja atingido por água ou para que nenhum proprietário mais curioso tenha vontade de mexer no sistema que, como falamos no começo, é de segurança e obrigatório. 

 
 
Honda CB Twister 2016
 
Honda CB Twister 2016
Honda CB Twister 2016
Honda CB Twister 2016
 
Honda CB Twister 2016
Honda CB Twister 2016
Kawasaki Ninja 650 2018
 
Kawasaki Ninja 650 2018
Kawasaki Ninja 650 2018
 
 
Redação

|