Ducati vendeu menos, mas faturou mais em 2020

Enquanto o número total de motos comercializadas no ano passado caiu, o faturamento médio da empresa foi maior
Ducati Monster 2021

Ducati Monster 2021 | Imagem: Divulgação

A Ducati detalhou o resultado de suas vendas globalmente no ano passado. Foram entregues 48.042 motocicletas em 2020, uma queda de 9,7% sobre as 53.183 unidades comercializadas pela montadora italiana em 2019. Vale lembrar que, no ano passado, as montadoras passaram por dificuldades por conta da pandemia. A fábrica da Ducati fechou em Borgo Panigale (ITA) por sete semanas.

Em termos de faturamento, a Ducati diz ter arrecadado 676 milhões de euros em 2020, contra 716 milhões de euros no ano anterior. Já o lucro operacional foi de 24 milhões de euros no ano passado, enquanto em 2019 esse resultado foi de 52 milhões de euros. Por outro lado, o faturamento médio por moto em 2020 cresceu para 14.883 euros, maior valor já alcançado em sua história, segundo a empresa. Em 2019, esse número era de 13.500 euros.

Os mercados onde a Ducati teve maior crescimento em vendas na comparação com 2019 foram China (+26%), Suíça (+11,1%) e Alemanha (+6,7%). Porém, Itália e Estados Unidos seguem como os principais mercados consumidores. Para o Brasil, as operações da marca estão bem, sendo que a filial brasileira da Ducati anunciou uma queda de 9,8% nos emplacamentos na comparação com 2019. Apesar da retração, o resultado da marca teria sido melhor que a média do segmento premium, que caiu 15% no período.

Ducati Multistrada 950 2021
Lançamento de motos grandes, como a Ducati Multistrada ajudou a aumentar o valor médio das motos vendidas
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!