Estúdio de design italiano concebe cinto de segurança para motos

Italdesign patenteou ideia que funciona com a ajuda de sensores controlados por computador
O cinto de segurança bolado pela Italdesign

O cinto de segurança bolado pela Italdesign | Imagem: Divulgação

Parece piada, mas um famoso estúdio de design italiano está desenvolvendo um dispositivo de segurança impensável, o cinto de segurança para motocicletas. A ideia foi revelada nesta semana quando a patente do projeto da Italdesign foi publicada na Europa.

O sistema criado pela empresa fundada pelo mago do design Giorgetto Giugiaro é genial ao mesmo tempo em que deixaria de cabelos em pé qualquer motociclista. Para prender o ocupante à moto a Italdesign faz uso de um encosto rígido em formato de concha onde as alças do cinto são presas.

A sacada é que o dispositivo não está fixado totalmente no quadro. Em vez disso, ele se conecta por uma base flexível e que fornece algum movimento ao motociclista.

O conceito da Italdesign foi patenteado na Europa
O conceito da Italdesign foi patenteado na Europa
Imagem: Reprodução

Mas como o assento/cinto funciona em situações em que é vital estar solto da moto? É aí que a Italdesign coloca em prática um software com sensores que identificam que tipo de acidente ou situação ocorreu para decidir manter o equipamento preso ou liberá-lo.

Por exemplo, se você tombar com a moto, o assento se soltará, caso se choque com um automóvel ele provavelmente vai retê-lo ao veículo.

Claro que qualquer tipo de amarras para um motociclista é algo inconcebível, mas o estúdio parece sugerir que o cinto de segurança pode ser viável em alguns tipos de modelos como scooters ou de turismo.

Ou seja, não espere ver uma esportiva equipada com essa ‘gaiola’ de segurança já que os movimentos necessários para pilotá-las seriam quase que totalmente anulados.

Para fixar o cinto é necessário um assento em formato de concha
Para fixar o cinto é necessário um assento em formato de concha
Imagem: Reprodução