Famel: a lenda portuguesa renasce com moto elétrica que gasta R$ 5,30 para rodar 100 km

Modelo E-XF foi apresentado na Expomoto 2022, em Portugal, e deve chegar ao mercado em 2023. São duas variantes de estilo: Clássica e Café Racer
Famel EX-F Café Racer

Famel EX-F Café Racer | Imagem: Rafael Miotto

A famosa fabricante de motos portuguesa Famel é daquelas marcas com uma história rica, cheia de idas e vindas. Fundada em 1949 ainda como uma fábrica de aros metálicos, se tornou a moto mais vendida em Portugal nos anos 70, mas foi perdendo mercado com o passar do tempo e terminou por declarar falência em 2002.

Depois de ser adquirida por um novo grupo, a empresa está ressurgindo e dessa vez 100% elétrica. Em uma nova estratégia proposta não haverá mais motores a combustão em futuros produtos da empresa, ainda em desenvolvimento. Na Expomoto 2022, que vai até o próximo dia 8 de maio, no Porto, em Portugal, a empresa mostrou ao público pela primeira vez a E-XF. Seu visual tem grande inspiração na XF-17, de 1975, que utilizava motores da alemã Zundapp. 

VEJA TAMBÉM:

 

Famel XF-17, com motor Zundapp, de 1975
Famel XF-17, com motor Zundapp, de 1975
Imagem: Famel

Segundo a empresa revelou ao MOTOO, os protótipos acabaram de ficar prontos, e ainda não são feitos para rodar de fato. A moto será produzida em Portugal com 50% de componentes originários do país, e o restante, importados. Com potência declarada de 5,5 kw, equivalente a 7,4 cavalos, o modelo pode atingir velocidade máxima de 100 km/h, para uma autonomia estimada 120 - a depender do estilo de pilotagem.

O gasto em eletricidade é de menos de 1 euro (equivalente a R$ 5,30 na cotação do dia) para rodar 100 quilômetros, afirma a Famel. O valor é considerado com base na tarifa portuguesa de cobrança de eletricidade, que pode ser mais barata em alguns horários, como durante a noite.

Famel EX-F Café Racer
Famel E-XF Café Racer
Imagem: Rafael Miotto

Para recarregar, a bateria pode ser conectada por cabo a qualquer tipo de tomada, levando cerca de 5 horas para ser completamente reposta a carga. A empresa também disse que a bateria é de fácil remoção, então pode ser retirada e levada ao local onde será recarregada com mais praticidade. 

Painel da Famel EX-F
Painel da Famel E-XF
Imagem: Rafael Miotto

Clássica ou café racer

Esses são os dados relacionado à moto quando equipada com duas baterias, que a Famel considerada como se fosse uma moto de 125 cc, mas a empresa também oferecerá uma opção com apenas uma bateria, equivalente a uma "cinquentinha". Além disso, há possibilidade de configurar a E-XF com as opções Clássica ou Café Racer.

Na primeira, o guidão é mais alta, a traseira reta e as rodas raiadas na cor prata; enquanto na segunda, a mais esportiva, o guidão está mais baixo, as rodas possuem um contorno escuro, e o assento tem um pequena protuberânica, dando um ar mais café racer, e servindo apenas para um ocupante. 

VEJA TAMBÉM:

Famel EX-F Clássica
Famel EX-F Clássica
Imagem: Rafael Miotto

Com entregas previstas para começarem no primeiro trimestre de 2023, a E-XF tem preço estimado de 4.499 euros ("50 cc") e  5.899 euros ("125 cc)", em qualquer um dos estilos. Para os primeiros compradores, há um edição especial e numerada de 300 unidades, chamada de Embaixador, vendida por 5.499 euros. 

MOTOO mostra novidades da Expomoto 2022 que podem vir ao Brasil