Freios ruins geram recall para Himalayan e novas 650 na Europa

Modelos mais modernos da Royal Enfield são convocados por conta de defeito em peças da Bybre
Royal Enfield Himalayan 2019

Royal Enfield Himalayan 2019 | Imagem: Royal Enfield

A Royal Enfield anunciou o início de uma campanha de recall para os modelos Himalayan 410, Interceptor 650 e Continental GT 650. A ação envolve 15.200 unidades das três motocicletas na marca comercializadas em Reino Unido, Europa e Coreia do Sul. A causa estaria em defeitos potenciais nas pinças de freio.

As peças, fabricadas pela Bybre, podem sofrer com corrosão precoce caso as motos sejam utilizadas em ambientes ou estradas onde é utilizado sal como forma de derreter ou impedir o acúmulo de neve nas vias. Caso a pinça enferruje, pode ter seu funcionamento afetado, o que pode causar acidentes. A Bybre é uma marca subsidiária da Brembo focada em custo mais acessível.

A marca deverá entrar em contato com os proprietários das motos envolvidas e os serviços de reparo incluem inicialmente limpar e lubrificar as pinças, com a reposição delas, se necessário, ocorrendo posteriormente. Em comunicado, a marca informa que “as 650 Twin e a Himalayan são rigorosamente testadas em padrões globais de qualidade e durabilidade. A segurança é de primordial importância para nós na Royal Enfield e estamos comprometidos com o nosso dever. Implementaremos rapidamente a ação de serviço”.

Até o momento, a Royal Enfield do Brasil ainda não informou se a campanha de recall que atingiu os modelos Himalayan, Interceptor 650 e Continental GT 650 na Ásia e a na Europa será válida também no Brasil. No entanto, como a corrosão é causada por um elemento usado apenas em estradas com neve, é possível que este não seja um problema para as motos comercializadas por aqui.

Royal Enfield Himalayan 2019
Royal Enfield Himalayan 2019
Imagem: Royal Enfield

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Royal Enfield Himalayan

Royal Enfield Himalayan