Grandes marcas japonesas trabalham em bateria padrão para motos elétricas

Honda, Yamaha, Kawasaki e Suzuki, em conjunto com a universidade de Osaka, buscam baterias intercambiáveis
Detalhe da Kawasaki Endeavor, moto elétrica da marca

Detalhe da Kawasaki Endeavor, moto elétrica da marca | Imagem: Reprodução internet/YouTube

Boa parte do negócio de motocicletas está oferecer um produto melhor que dos rivais. No entanto, não é raro que marcas concorrentes trabalhem juntas. É o que está acontecendo no Japão com Honda, Yamaha, Kawasaki e Suzuki. As empresas, em parceria com a Universidade de Osaka, estão desenvolvendo uma tecnologia conjunta.

Trata-se de um sistema de baterias para motocicletas elétricas padronizada e do tipo cartucho, que permite o carregamento tanto na motocicleta quanto fora dela. Sendo intercambiáveis, a ideia dessas novas baterias é torná-las uma peça em comum para todos os produtos eletrificados das quatro grandes marcas nipônicas. Hoje, a Honda já oferece no mercado japonês o scooter Benly-E, que ilustra o texto, já com um sistema de baterias por cartucho.

Por meio de comunicado, a Honda informou que o projeto em conjunto já está em estágios avançados de desenvolvimento, mas não revelou informações técnicas a respeito do novo sistema de baterias. Os testes devem durar cerca de um ano. O principal objetivo é estudar a eficácia dos projetos e das estações de troca de bateria. 

“Como resultado de repetidos estudos de colaboração entre quatro empresas nacionais de motocicletas, pudemos trabalhar em conjunto com Universidade de Osaka para verificar as especificações comuns de baterias substituíveis. Estamos cientes de que ainda existem questões a serem resolvidas na disseminação das motocicletas elétricas e continuaremos trabalhando na melhoria do ambiente de utilização dos nossos clientes nas áreas onde cada empresa pode cooperar”, declarou Noriaki Abe, diretor executivo e chefe de Operações de Negócios de Motocicletas da Honda. 

Honda Benly-E scooter elétrico Japão
Honda Benly-E, scooter elétrico à venda no Japão
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!