Harley diz que reestruturação ''foi um sucesso''

Marca norte-americana afirma em comunicado que a nova estratégia para dar eficiência à empresa atingiu resultados
Harley-Davidson Pan America

Harley-Davidson Pan America | Imagem: Divulgação

O ano de 2020 não foi fácil para a Harley-Davidson. Em março do ano passado, as ações da empresa negociadas em bolsa atingiram o menor valor nos EUA. Além disso, um novo CEO foi apontado, Jochen Zeitz. Com ele, a marca adotou a estratégia “Rewire”, onde deixou de lado novos projetos e se reorganizou.

Motos inéditas em segmentos que Harley nunca atuou foram abandonadas, exceto pela Pan America. A marca também deixou de operar em países pouco rentáveis para ela, como a Índia. Por outro lado, se pôs a focar nos segmentos em que já é tradicional e possui um público cativo, como é o caso para as grandes estradeiras.

Saiba mais: sem Sportster e com lojas fechando, Harley-Davidson nega saída do Brasil

Parece que a abordagem conservadora valeu a pena. Em 12 de janeiro, a Harley-Davidson confirmou em um comunicado à imprensa que as novas diretrizes do Rewire foram um sucesso geral. Embora a empresa não tenha revelado seus números de vendas, o mercado parece ter respondido bem. Após a queda de março de 2020, as ações da Harley subiram e estão em alta novamente. Agora, atingiram o valor mais alto desde abril de 2019.  

“Estou confiante de que as mudanças substanciais que fizemos com o Rewire nos prepararam para executar com sucesso nosso plano estratégico”, comentou Zeitz no comunicado à imprensa. “Agora somos uma organização mais enxuta e alinhada, e estamos tomando decisões com mais rapidez”. Para 2021 em diante, a Harley-Davidson deve anunciar um novo conjunto de estratégias, chamado de Hardwire. O novo plano de cinco anos da empresa será detalhado em fevereiro.

Harley terá novo modelo custom de alta performance em 2021
Harley terá novo modelo custom de alta performance em 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!