Hayabusa deve receber motor ainda maior para 2021

Para conseguir se enquadrar às regras do Euro 5, super esportiva da Suzuki deverá ganhar novo propulsor futuramente
Suzuki GSX 1300R Hayabusa

Suzuki GSX 1300R Hayabusa | Imagem: Divulgação

A Suzuki GSX 1300R Hayabusa atual pode ser uma das motocicletas mais rápidas e potentes do mercado mundial. No entanto, terá outro problema para resolver no futuro próximo. Acontece que o modelo já não atende às exigentes normas de emissão de poluentes europeias e saiu de linha por lá em 2019.

A Hayabusa já não se adequava às normas Euro 4, em vigor desde 2017, mas a Suzuki conseguiu negociar mais dois anos para comercializar as unidades remanescentes, que atendiam apenas às regras Euro 3. No entanto, já apareceram rumores na imprensa internacional sobre uma nova geração da moto e imaginava-se que isso fosse acontecer em 2019, quando o modelo celebra 20 anos.

Segundo o site britânico Bennets, porém, a nova Hayabusa deve ser lançada apenas na linha 2021, com um motor dentro das normas Euro 5 de emissão de poluentes - que entram em vigor no próximo ano. Para se adequar às novas regras, a Suzuki deverá lançar mão do mesmo recurso utilizado por outras marcas: aumento de capacidade do motor. Dos atuais 1.340 cm³, a nova Hayabusa deverá contar com 1.440 cm³.

A nova Suzuki Hayabusa também deve ganhar um novo chassi, mais estreito e leve do que o da geração anterior. Isso não significa, por outro lado, que a nova geração perderá o estilo mais volumoso que é característico da moto oferecida atualmente.

Suzuki Hayabusa GSX1300 2017
Acima a Suzuki Hayabusa ainda em seu modelo 2017
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Suzuki Hayabusa GSX1300

Suzuki Hayabusa GSX1300