Honda CBR 600RR custará quase R$ 80 mil

Esportiva carenada de média cilindrada chegará às lojas em setembro. No entanto, atenderá apenas ao mercado japonês
Honda CBR 600RR 2021 no japão - frente lateral estática

Honda CBR 600RR 2021 no japão - frente lateral estática | Imagem: Divulgação

No início de agosto, a Honda confirmou os rumores de que estava trabalhando em uma nova interação da CBR600R, modelo esportivo carenado com inspiração nas pistas e que atende ao mercado de média cilindrada. Como já era esperado, o lançamento ocorreu no Japão e as primeiras unidades devem ter as vendas iniciadas naquele mercado em 25 de setembro. 

Outra informação antecipada e que acabou se confirmando é que a novidade permanecerá de fora dos mercados Europeus. Até o momento, a comercialização da nova Honda CBR 600RR se dará apenas no mercado japonês. Por lá, o preço anunciado para a esportiva carenada média é de 1.460.000 ienes, ou cerca de R$ 77,4 mil.

Assim como foi visto nos teasers e informações adiantadas, a nova CBR 600RR contará com o visual e soluções tecnológicas muito similares à Honda Fireblade, a superesportiva de 1.000 cm³ da Honda. Visualmente, é possível o par de faróis afilados e tendo a iluminação feita por lâmpadas de LED. Além disso, diretamente das pistas, pequenas asas foram instaladas nas laterais da carenagem para melhorar a aerodinâmica da moto.

Segundo a Honda, o redesenho da área frontal teve como objetivo conseguir o menor coeficiente de arrasto aerodinâmico da categoria. Os apêndices aerodinâmicos, conhecidos como winglets, foram baseados nos conhecimentos técnicos que a equipe de MotoGP da empresa adotou na RC 213V.

Em termos de tecnologia, a moto adotou o IMU, sensor de medição inercial, que permite o trabalho em conjunto com acelerador eletrônico, controle de tração e o ABS para fornecer melhor estabilidade em situações limítrofes. Agora, a Honda CBR 600RR também conta com modos de condução selecionáveis. 

Completam o pacote o painel de instrumentos de cristal líquido TFT e o comando da embreagem deslizante assistido. O sistema Quick Shifter bidirecional para mudança de marchas sem uso da embreagem será disponibilizado como acessório e vendido separadamente.

O motor não mudou muito. Permanece o quatro cilindros em linha, DOHC de 599 cm³. A potência máxima nesta nova versão é de 121 cv a 14.000 rpm (a 500 rpm a mais que a anterior), com torque máximo de 6,5 kgfm a 11.500 rpm. O incremento foi possível graças à inclusão de novos materiais nos comandos de válvula e árvore de manivelas. 

O ganho de eficiência no sistema de admissão e exaustão foi obtido através de dutos de entrada de novo desenho e maior diâmetro, otimização das curvas de escape e alterações no diagrama dos comandos de válvulas. Outro aperfeiçoamento foi realizado no cabeçote, visando uma melhor arrefecimento na região das válvulas de exaustão.

Honda CBR 600RR 2021 no japão - lateral dinâmica
Honda CBR 600RR 2021 no japão - lateral dinâmica
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!