A Honda estuda a criação de um capacete com reconhecimento facial. Ele será peça chave para segurança do motociclista e já teve patente registrada pela montadora. A intenção é que a o capacete reconheça o dono da moto, permitindo que ela seja ligada sem a necessidade de chave e somente com a presença do proprietário. O que a montadora pretende é livrar o cliente da preocupação com a chave.

Com o capacete funcionando como "chave" presencial, o que significaria que o casco poderia ficar guardado na moto, permitindo que o condutor estacionar e andar livremente, sem se preocupar em ficar carregando esse empecilho aonde quer que vá. No futuro, além de não ter de se preocupar com a chave, o motociclista evita o interesse de ladrões.

O dispositivo conta com uma câmera integrada ao forro do capacete. A câmera fica apontada para a parte superior da cabeça, mas quando se coloca o casco ela tira uma foto do rosto, confirmando a identidade do piloto e, assim, permite a ignição da motocicleta. Essa ideia foi a mais criativa até agora, pois a grande dificuldade de instalar o sistema de reconhecimento facial na motocicleta é o fato de o condutor estar quase sempre de capacete, bloqueando a leitura da câmera.

Logo teremos um futuro no qual as chaves serão obsoletas, mas fica uma dúvida: muitos motociclistas utilizam balaclava, será necessário colocar o capacete antes, removê-lo e depois colocá-lo novamente com a balaclava? É o que veremos, a Honda certamente trará soluções.

Vinicius Montoia

Formado pela PUC-SP em jornalismo, Vinicius já atua no setor automobilístico desde 2013. É criador do canal Narração Esportiva do Youtube, projeto que conta a história dos maiores narradores esportivos do país

Vinicius Montoia | https://www.youtube.com/channel/UC2lKRtZdmSdMRJZ8Pim78Fw