Honda pensa em nova esportiva com motor V4

Configuração de quatro cilindros é mais comum em motocicletas de competição ou de elevado desempenho nas ruas
Honda CBR 650R 2020

Honda CBR 650R 2020 | Imagem: Divulgação

A Honda apresentou ao mundo a RC213V-S em 2015, sendo uma versão para as ruas dos protótipos da fabricante na MotoGP, principal categoria do Mundial de Motovelocidade. Assim como nas pistas, o modelo era equipado com um motor V4. Entretanto, elementos esperados à época, tais quais as válvulas pneumáticas presentes na moto do piloto Marc Márquez, não apareceram no modelo.

Em sua configuração básica, RC213V-S entregava 161 cv de potência. Com um kit de competição, acrescentando equipamentos que não poderiam ser usados nas ruas, a potência subia para 217 cv. Os mais atentos podem ter notado que é exatamente o mesmo número de da potência da nova geração da CBR 1000RR-R Fireblade, que utiliza um quatro cilindros em linha.

A publicação japonesa Young Machine, citando fontes ligadas à Honda, diz que um motor V4 pode ser o futuro para uma superesportiva da marca. A fabricante estaria pensando no V4 para atender às normas de emissão de poluentes cada vez mais exigentes na Europa e também pode ter se inspirado na Ducati, que colocou a arquitetura do motor utilizado na Desmosedici GP de competição nas motos de rua Panigale V4 e Streetfighter V4. Ambas já são vendidas na Europa, com a big trail Multistrada V4 devendo aparecer em breve.

Ainda de acordo com a mídia japonesa, a Honda vem registrando patentes relacionadas a um motor V4 há algum tempo. Registros de patentes não necessariamente indicam a produção de algo, porém, para um planejamento ir ao ponto de pedir um registro de patente, o nível de investimento já é elevado e as chances de ser descartado diminuem.

Acima a Honda RC213V-S
Acima a Honda RC213V-S
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!