Honda revela nova geração da Africa Twin

Mais leve e potente, modelo traz como principal novidade o motor de 1.084 cc
Honda CRF 1000L Africa Twin 2020

| Imagem: Divulgação

A Honda revelou nesta segunda feira (23), na Europa, a nova geração da Africa Twin. Com mudanças leves no design, a maior novidade é a troca do motor de 998 cc por um de 1.084 cc. Com isso, a potência foi de 95 cv para 102 cv, e o torque subiu ligeiramente de 10 kgfm para 10,7 kgfm.

O novo motor mantém a configuração de 2 cilindros em paralelo, com 8 válvulas, e recebeu componentes de alumínio na sua estrutura. Isso possibilitou que o conjunto de motor e câmbio ficasse 2,5 kg mais leve do que o seu antecessor. O bloco também ganhou mudanças na injeção eletrônica e agora incorpora válvula de controle de escape, o que melhora o ruído em baixas rotações e o desempenho em altas rotações. Ao todo são 226 kg, 5 kg a menos que a antiga Africa Twin.

Outra novidade é o tecnológico painel, que virou uma espécie de central multimídia. Através da tela de 6,5 polegadas o piloto consegue acompanhar o funcionamento dos sistemas da moto, como o modo de condução escolhido – são seis, tour, urban, gravel, off-road e dois personalizáveis. Compatível com Apple CarPlay e sistema Bluetooth, também é possível fazer chamadas de celular através de receptores instalados no capacete.

Luzes diurnas de LED e controle automático de velocidade são itens de série. Como opcional há o câmbio automático DCT. As vendas na Europa começam em outubro e o preço parte de 14.990 euros. Ainda não há previsão da chegada da nova Africa Twin ao Brasil.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Honda CRF 1000L Africa Twin

Honda CRF 1000L Africa Twin