Honda, Yamaha e BMW suspendem produção no Brasil

Fábricas das três marcas situadas na capital amazonense ficarão paradas até o final do mês de abril
Fábrica da BMW Motorrad em Manaus

Fábrica da BMW Motorrad em Manaus | Imagem: Divulgação

Depois de algumas montadoras de carros anunciarem a suspensão da produção em suas fábricas na região Centro-Sul do Brasil, as preocupações com o avanço do novo coronavírus chegaram também a indústria de motocicletas, amplamente baseada na Zona Franca de Manaus (AM). Até o momento, Honda, Yamaha e BMW já anunciaram a paralisação de suas linhas de montagem por lá.

No caso da Honda, a linha de montagem de Manaus deve pausar as atividades a partir do dia 27 março. O retorno da produção está previsto para 13 de abril, mas a marca informa que esta data pode ser postergada até 20 de abril. Além disso, a Honda informou que está direcionando funcionários administrativos a trabalharem de casa ou tirarem férias coletivas.

Já no caso da Yamaha, sua linha de montagem na capital amazonense deverá suspender as atividades fabris no dia 31 de março, tendo o retorno previsto para 20 de abril. Além do trabalho remoto e de férias coletivas, a marca informou que algumas áreas de vital importância poderão operar em esquema de plantão, enquanto a Yamaha “seguirá oferecendo todas as proteções individuais necessárias em salvaguarda para evitar o contágio”.

A BMW é a terceira montadora de motocicletas da região de Manaus (AM) a anunciar a suspensão da produção até o momento. No caso da marca bávara, as atividades da linha de montagem devem parar a partir do dia 30 de março, tendo o retorno previsto para 23 de abril. Além das medidas citadas acima, a BMW diz que também está tomando atitudes para evitar a aglomeração de funcionários nos espaços de trabalho.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!