Kawasaki mostra a nova geração da Z900 no Salão Duas Rodas

Novidade recebe alterações de chassi, suspensões e principalmente na parte eletrônica, mas vai demorar para chegar
Kawasaki Z900 2021

| Imagem: Divulgação

Uma das novidades que a Kawasaki do Brasil está expondo no Salão Duas Rodas, aberto ao público a partir de 19 de novembro na capital paulista, é a nova geração da esportiva Z900. A naked foi exibida pela primeira vez no início de novembro no EICMA, salão internacional de motocicletas ocorrido na Itália.

Apesar de já estar em exibição, a motocicleta não deve começar a ser vendida por aqui antes do final de 2020.

Além do novo visual, a Z900 de nova geração recebeu um upgrade no chassi buscando maior rigidez estrutural e, com isso, as suspensões precisaram receber uma nova calibração. Além disso, a Kawasaki também precisou desenvolver um novo conjunto de pneus para a sua esportiva, a fim de aumentar a aderência total do conjunto.

A marca também investiu em melhorias na eletrônica da moto para a linha 2020, além das mudanças estruturais. A Z900 agora adota uma iluminação toda feita por lâmpadas de LED, dos faróis aos piscas. O painel de instrumentos é totalmente digital com tela de TFT.

Além disso, ela pode se conectar ao celular do condutor por meio de um aplicativo chamado de Rideology, onde pode-se efetuar o acerto dos modos de condução da motocicleta antes mesmo de ligar a ignição. Tais modos controlam a entrega de potência do motor e atuação do controle de tração e do ABS.

Falando em motor, a Kawasaki optou por manter o mesmo propulsor da antiga Z900. Trata-se de um quatro cilindros em linha com 948 cm³ de capacidade. Ele é capaz de entregar 125 cv de potência e 10,1 kgfm de torque. O peso em ordem de marcha declarado para a nova geração da Kawasaki Z900 é de 210 kg.

Kawasaki Z900 2021
Kawasaki Z900 2021
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Kawasaki Z900

Kawasaki Z900