Kawasaki Ninja ZX-25R vai virar moto de corrida

Moto 250 com um pouco convencional motor de quatro cilindros deve ser usada em campeonato monomarca no Japão
Kawasaki Ninja ZX-25R

Kawasaki Ninja ZX-25R | Imagem: Reprodução internet

Apresentada no Salão de Tóquio (JAP) de 2019, a Kawasaki Ninja ZX-25R chamou a atenção do público desde sua primeira aparição. O principal chamariz da novidade é o motor: com apenas 249 cm³ de capacidade e quatro cilindros, disposição geralmente encontrada apenas em propulsores maiores.

Enquanto a potência máxima não foi revelada ainda, já se sabe que o limite de rotações no conta-giros da Ninja ZX-25R acontece apenas a 17.000 rpm. Tal número não é comumente visto em uma motocicleta dessa categoria. No entanto, essa disposição incomum de cilindros tem uma vantagem: possibilitar rotações maiores, gerando mais potência, com linearidade e menos vibração.

Com tais características, não seria difícil de se imaginar essa pequena Ninja servindo de porta de entrada para categorias de entrada no mundo do motociclismo esportivo. E é exatamente o que a Kawasaki deve fazer. A marca apresentou um modelo de corrida da ZX-25R que fará parte de um campeonato monomarca no Japão, tendo estreia programada para 2021.

Entre as alterações, foram retirados faróis, retrovisores e suporte de placa. Nas imagens apresentadas, a moto aparece na cor preta e é visível o uso intensivo de fibra de carbono em diversas partes da moto. A nova carenagem, assim como assento e tanque de combustível, são fornecidos pela japonesa A-TECH. A suspensão dianteira é a original da ZX-25R, enquanto a traseira foi adaptada da Ninja ZX-10R. Os pneus são Dunlop de uso exclusivo para pistas, enquanto a ponteira de escapamento é da fabricante japonesa Beet.

 

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!