KTM e Husqvarna terão motos mais acessíveis feitas na Índia

Dupla é comandada pelo grupo Pierer Mobility. Novos modelos com motor 490 serão fabricados no país asiático
Husqvarna Vitpilen 701 2018

Husqvarna Vitpilen 701 2018 | Imagem: Divulgação

No final do ano passado, um documento da Pierer Mobility para investidores foi vazada e mostrava que a empresa tinha planos de introduzir uma série de novos modelos de média cilindrada para duas de suas marcas: KTM e Husqvarna. Depois de algum tempo, novas informações a esse respeito surgiram.

De acordo com o Indian Autos Blog, a Pierer teria acelerado o processo de desenvolvimento dos novos modelos, que podem ter motores de 490 cm³ bicilíndricos. O motivo seria a pandemia de COVID-19 que, no entendimento da controladora de KTM e Husqvarna, aumentaria a demanda por motocicletas de média cilindrada em países em desenvolvimento, como a Índia, e o grupo teria decidido fabricar as novidades por lá.

No caso específico da KTM, a nova família 490 vai contar com um propulsor de dois cilindros paralelos, mas derivado do atual propulsor da KTM 790 Duke. Ela será posicionada imediatamente acima da família 390, que no exterior conta com a 390 Duke também oferecida no Brasil, a esportiva RC 390 e a recém-apresentada 390 Adventure, uma das atrações da marca no Salão de Milão de 2019. Todas as 390 possuem motor monocilíndrico.

A família 490, porém, deverá ser mais ampla do que é hoje a 390, contando com modelos Adventure, Supermoto/dual-purpose, naked e esportiva conforme foi adiantado aos investidores. Abaixo da linha da 490, o documento leva a crer que serão lançados mais modelos nas famílias 125, 250 e 390, provavelmente voltados para o mercado asiático.

KTM 200 Duke 2019
KTM 200 Duke 2019
Imagem: KTM

Assine a newsletter semanal do AUTOO!