Motos usadas já venderam 3 vezes mais que as novas

Enquanto o mercado de modelos zero quilômetro está em alta, o de motocicletas seminovas e usadas é bem maior
Honda CG 160 2018

Honda CG 160 2018 | Imagem: Divulgação

Em setembro, o mercado de motos 0km deu claros sinais de recuperação ao serem emplacadas 99.623 unidades no mês passado. O crescimento foi de 13,5% sobre setembro de 2019. No entanto, o segmento de motocicletas usadas e seminovas também está crescendo e é muito maior que o de modelos novos.

Dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) mostraram que 314.687 motos de segunda mão foram comercializadas em setembro. O número é mais de três vezes maior que o registrado no segmento de motocicletas novas. O crescimento ante o período anterior, o mês de agosto, com 287.643 unidades trocando de mãos, chegou 9,4%.

Saiba mais: Honda CG 160 bate recorde ao vender mais de 30 mil unidades em setembro

Assim como ocorreu em setembro no segmento de modelos 0km, também houve um crescimento mais significativo quando comparados os números do mês passado com os de setembro de 2019. Em igual período do ano passado, apenas 252.952 motos usadas foram comercializadas e o crescimento entre os períodos foi de de 24,4%.

O único dado que ainda não é positivo é o de vendas de motocicletas usadas no acumulado do ano. Entre janeiro e setembro de 2020, foram 1.826.955 unidades vendidas, contra 2.208.998 unidades em igual período de 2019. A retração é de 17,29%. Entre as marcas no mês passado, a Honda permanece com a maior participação, sendo que, de todas as motos usadas comercializadas em setembro, 79,1% delas eram da marca. Na vice-liderança aparecem a Yamaha (12,71%) e a Suzuki (2,58%).

Honda CG 160 2015
Honda CG 160 2015
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!