MV Agusta anuncia nova linha de motocicletas

A nova linha se chamará Rosso e terá versões mais baratas de motos consagradas
MV Agusta Brutale 800 Rosso

| Imagem: Divulgação

Na véspera do Salão de Milão, a italiana MV Agusta divulgou a sua nova linha de motos, criadas com o objetivo de serem mais acessíveis. Batizadas de Rosso, que significa vermelho em italiano, a linha conta inicialmente com três modelos: Brutale 800, Dragster 800 e Turismo Veloce 800. Os modelos são basicamente os mesmos das versões "normais", porém, a montadora removeu alguns componentes para reduzir o preço das motos.

A Brutale 800 é um bom exemplo: a carenagem é a mesma, mudando apenas a cor e um acabamento plástico ao lado do coletor. As rodas têm acabamento mais simples, perdendo as partes diamantadas.

Além da utilização de materiais mais comuns, o motor também sofreu alterações. Embora seja o mesmo tricilíndrico de 798 cc, a potência foi reduzida. Brutale e Dragster por exemplo, agora possuem 110 cv, 30 a menos que as versões padrão. A parte de equipamentos de segurança não sofreu nenhuma mudança e as Rosso possuem os mesmos recursos que as motocicletas-base, como, por exemplo, quick shifter e ABS.

A alternativa de lançar motos mais baratas é parte do plano de recuperação da empresa, agora dirigida pelo empresário russo Timur Sardov, que planeja vender 25 mil motos dentro dos próximos 5 anos.

Os preços para o mercado europeu já foram anunciados com a Brutale 800 Rosso custando 12.990 euros, 3 mil a menos que a versão RR. Já a Turismo Veloce Rosso 800 está 2.700 mais barata que a versão Lusso enquanto o maior desconto fica com a Dragster 800 Rosso que, parte de 13.990 euros, 8 mil a menos a Dragster 800 RC.

MV Agusta Turismo Veloce Rosso 800
MV Agusta Turismo Veloce Rosso 800
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags