MV Agusta apresenta a inédita Brutale 1000 RS

Versão mais confortável e barata da 1000 RR, nova hyper naked custa a partir de 25.500 euros
MV Agusta Brutale 1000 RS 2022

MV Agusta Brutale 1000 RS 2022 | Imagem: Divulgação

Para quem endeusava a Brutale 1000 RR, a “hyper naked” da MV Agusta, mas achava absurdo que ela custe 32,3 mil euros (praticamente R$ 200 mil), a marca italiana agora passa a oferecer a Brutale 1000 RS.

A nova roadster com motor 4 cilindros de 998 cm³ foi lançada pela MV Agusta nesta semana com o objetivo de ser uma Brutale menos ‘bruta’ (perdão pelo trocadilho inevitável).

Veja galeria de imagens da MV Agusta Brutale 1000 RS 2022

Ela utiliza muita coisa da RR, mas foi ajustada para ser mais confortável na tocada, que conta com suspensões ajustadas manualmente, ao contrário da irmã. Os assentos também possuem acolchoamento aprimorado e os pedais foram atualizados para beneficiar a ergonomia.

A Brutale 1000 RS também dispensa itens caros, sobretudo os painéis e tampas em fibra de carbono, substituídos por componentes termoplásticos.

MV Agusta Brutale 1000 RS 2022
MV Agusta Brutale 1000 RS 2022
Imagem: Divulgação

De resto, a nova naked é muito parecida com a RR, incluindo o motor de 208 hp, a capacidade de atingir quase 300 km/h, a transmissão de seis velocidades e todo o aparato eletrônico como a IMU, o painel TFT de 5,5 polegadas, os controles de tração, velocidade de cruzeiro, mapeamento do motor e conexão Bluetooth, entre outros.

A melhor parte, no entanto, é que a Brutale 1000 RS custa bem menos que a RR, nada menos que 6.800 euros mais barata, algo como R$ 157 mil numa conversão direta.

Ou seja, com R$ 43 mil de economia e uma experiência mais agradável mas não menos excitante, tudo leva a crer que a nova MV Agusta vai agradar em cheio...lá fora, já que no Brasil só por importação independente.

MV Agusta Brutale 1000 RS 2022
MV Agusta Brutale 1000 RS 2022
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!