Na CES, empresa mostra capacete ''inteligente''

Fabricante Tali exibiu um equipamento com iluminação 360, luz de freio, piscas e até integração com o Alexa
Tali Smart Helmet em uso e sincronizado com as luzes da motocicleta

Tali Smart Helmet em uso e sincronizado com as luzes da motocicleta | Imagem: Divulgação

Entre as novidades tecnológicas da CES, feira do setor que ocorreu em Las Vegas (EUA), teve lançamentos até para os capacetes. A Tali apresentou o Smart Helmet, que acrescentou uma miríade de novos equipamentos para algo que todos os motociclistas têm na cabeça.

O design do Tali Smart Helmet é bem convencional, mas seu destaque está nas tecnologias embarcadas. O capacete tem um sistema de iluminação embutido, nada que já não tenha sido visto, mas o que torna esse capacete diferente é que ele possui piscas e indicadores de freio integrados, ambos sincronizados com o sistema da motocicleta, permitindo que operem em simetria.

O capacete inteligente também possui uma espécie de luz diurna de LED, ajudando a tornar o motociclista muito mais visível ao tráfego que se aproxima. O novo produto tem Bluetooth integrado e pode ser conectado ao smartphone do condutor.

A Tali afirma que o sistema é é baseado no Alexa AI, da Amazon, permitindo que o usuário use comandos de voz para atender e fazer chamadas, configurar sistemas de navegação e selecionar músicas para serem tocadas pelos alto-falantes embutidos.

O sistema também pode acionar uma chamada de emergência se detectar que o motociclista se envolveu em um acidente, ajudando a enviar sua localização para os serviços de emergência. Mas, claramente, esse capacete moderno não tem um preço muito camarada. Com todas as tecnologias embarcadas, a Tali trabalha com a expectativa de cobrar US$ 1.200 (cerca de R$ 4,9 mil) por cada unidade do Smart Helmet.

Tali Smart Helmet
Tali Smart Helmet
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!