Neozelandeses fazem bike elétrica de tração integral

Com um motor elétrico em cada roda, misto de bicicleta e moto promete performance em todos os terrenos
Ubco 2x2

Ubco 2x2 | Imagem: Divulgação

A fabricante de bicicletas elétricas Ubco, sediada na Nova Zelândia, nasceu depois que duas pessoas venceram um concurso de design em 2014 com um conceito utilitário de bicicleta elétrica para serviços pesados. O resultado, intrigante, foi um misto de bicicleta com moto de trilha e tração nas duas rodas. Diferenciada ou não, o organizador do concurso adorou tanto a ideia que adquiriu os direitos de fabricá-la. Assim, a Ubco começou.

Essa bicicleta elétrica de trilha foi originalmente projetada para uso rural e é limitada a uma velocidade máxima de 48 km/h. Segundo a Ubco, cerca de metade de suas vendas anuais já vêm de sua rede de revendedores nos EUA.

Para 2020, a empresa está expandindo seu alcance para incluir duas novas versões “convencionais” e uma edição limitada de sua bicicleta utilitária 2x2, já na sua quinta interação. A 2x2ADV, por exemplo, seria uma bicicleta de uso misto que pode ser registrada para as ruas na Austrália, EUA e Europa.

Para propulsionar o veículo, há um motor de 1 kW em cada roda. Sua bateria atual é uma unidade de íons de lítio e 50V com capacidade de 48Ah e uma autonomia de 120 km. Nesse cenário, uma carga completa em uma tomada caseira pode levar de 6 a 8 horas. Em sua terra natal, a Ubco 2x2 custa 9.999 dólares neozelandeses, ou cerca de R$ 27 mil em conversão direta.

Ubco 2x2
Ubco 2x2
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!