NMax se aproxima do PCX entre os scooters mais vendidos de julho

Briga entre os principais modelos da Yamaha e Honda nesta categoria ficou mais acirrada no mês passado
Yamaha NMax 2020

Yamaha NMax 2020 | Imagem: Divulgação

Em julho, a Honda CG 160 manteve mais uma vez seu posto de moto mais vendida do Brasil. Mais do que ficar na primeira posição, ao emplacar praticamente 26 mil unidades no mês passado, a moto refletiu o mercado como um todo que apresentou um número total quase  idêntico ao registrado em julho de 2019.

Saiba mais: veja os números de vendas totais do mês passado

No entanto, com os serviços de entrega por profissionais motociclistas sendo mais demandados do que nunca, será que o crescimento se deu apenas para atender a procura por motos de trabalho? Um bom termômetro para avaliar as vendas para motociclistas que não dependem do veículo para trabalho é o segmento dos scooters.

Modelos com foco maior em mobilidade urbana, seu preço ligeiramente mais elevado não atrai os profissionais, mas agrega quem procura uma maneira prática e rápida de se locomover em grandes centros. Entre os scooters, os números da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) revelaram que todos os modelos dessa categoria viram bons números de crescimento no mês passado.

Yamaha se aproxima da Honda

O líder mais uma vez foi o Honda PCX 150, que passou de 1.581 unidades em junho para 2.165 em julho. Apesar de forte, a recuperação não foi tão grande quanto a da Honda Biz, por exemplo, que emplacou 4.881 unidades e 12.072 unidades, respectivamente. O scooter mais vendido da Yamaha ainda é o NMax 160, com 1.294 emplacamentos no mês passado. 

Porém, com 628 unidades comercializadas em julho, o XMax 250, opção maior e mais cara da marca dos três diapasões, vem mostrando um crescimento contínuo. Além disso, entre os scooters de entrada, o Yamaha NEO 125 ficou à frente do Honda Elite 125 no ranking do período.

Veja os scooters mais vendidos em julho de 2020:

1° Honda PCX 150 - 2.165 unidades
2° Yamaha NMax 160 - 1.294 unidades
3° Yamaha NEO 125 - 998 unidades
4° Honda Elite 125 - 795 unidades
5° Yamaha XMax 250 - 628 unidades
6° Honda SH 150i - 391 unidades
7° Haojue Lindy 125 - 135 unidades

Yamaha NMax 2020
Yamaha NMax 2020
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Yamaha NMax

Yamaha NMax