Nova BMW S 1000 RR é lançada por R$ 91.950

Terceira geração da superesportiva agora é fabricada na unidade de Manaus (AM)
BMW S 1000 RR 2020

| Imagem: Divulgação

A BMW acaba de lançar a nova S 1000 RR no Brasil. Considerada a maior renovação desde o lançamento do modelo, em 2009, a terceira geração agora parte de R$ 91.950, R$ 8 mil a mais do que a sua antecessora.

A nova S 1000 RR traz motor 4 cilindros em linha de 999 cm³, que libera 207 cv a 13.500 rpm e 11,5 kgfm de torque a 11.000 rpm. São 8 cv a mais do que na antiga versão e, segundo a BMW, o bloco agora conta com comando de válvulas variável e está 4 kg mais leve.

Além disso, o sistema de escapamento, o quadro e a suspensão também estão mais leves, o que permitiu que a nova geração baixasse o peso em 11 kg em relação ao antigo modelo. Ao todo são 197 kg, o que traz uma relação peso-potência menor do que 1 kg/cv.

A transmissão é de seis marchas e os freios a discos são duplos na frente – com 320 mm e quatro pistões – e simples atrás – com 220 mm e um pistão. Outras novidades são o assistente de partida em rampas e os quatro modos de pilotagem: Road, Rain, Dynamic e Race.

O lançamento acontece apenas algumas semanas após a BMW confirmar a produção da nova S 1000 RR no Brasil. Para isso, a marca realizou um investimento de R$ 4,7 milhões na unidade de Manaus (AM), a única fábrica de motos da BMW fora da Alemanha. O montante serviu para implantar novas tecnologias na linha de montagem e treinar os cerca de 175 colaboradores diretos e indiretos que participam do processo.

 
 
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
BMW S 1000 RR 2020
BMW S 1000 RR 2020
 
 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a BMW S 1000 RR

BMW S 1000 RR