A Honda começou a pré-venda da CB 1000R, moto que vem com estilo retrô (Neo Sports Café) mas sem perder a esportividade da linha CB. Com previsão de entrega para os primeiros clientes em abril, a naked parte de R$ 58.690.

Segundo a marca, a CB 1000R é mais rápida que a CBR 1000RR Fireblade, com motor que oferece performance elevada até a terceira marcha, até 130 km/h. O comando do acelerador é do tipo TBW (Throttle By Wire) que oferece controle de potência. Já os quatro modos de condução permitem alterar o nível de potência, de freio-motor e de intervenção do controle de tração.

No "Rain" a potência fica mais comedida, com freio-motor em nível intermediário e tração em nível elevado de controle. Já o normal "Standard" tem motor, freio-motor e tração na configuração intermediária, enquanto que no modo "Sport" a potência é totalmente entregue para a roda, com freio-motor e controle de tração na intensidade mínima. O último modo, "User", permite que o piloto configure cada uma dos três quesitos anteriores.

Com motor de quatro cilindros em linha com 998cm³, a CB 1000R entrega 141,4 cv a 10.500 rpm e 10,2 kgfm de torque, que fica disponível de 6 mil a 8 mil rotações. Somando a esses dados o peso de apenas 199 kg, dá para perceber que a novidade da Honda tem bom desempenho.

O farol e lanterna são de LED e o que proporciona um belo visual para naked é a pouca quantidade de plástico na carroceria, apenas seis peças. Assim, sobressaem os elementos metálicos, como moldura do radiador, laterais, proteção das ponteiras de escape e também de detalhes usinados no motor pintado de preto. Sem soldas à vista, outro detalhe é o tanque de combustível de aço.

O painel de instrumentos totalmente digital, conta com velocímetro e conta giros, indicador de marchas, nível de combustível, relógio, temperatura externa e do arrefecimento do motor, computador de bordo, consumo médio e instantâneo, indicadores de nível de potência, freio motor e controle de tração, além de luzes indicativas de direção, ABS, luz alta, aquecimento do líquido de arrefecimento, corte do controle de tração, óleo do motor, injeção e o HISS (Honda Ignition Security System), sistema de proteção eletrônica que garante o acionamento do motor apenas pela chave original.

Para completar as novidades da CB 1000R 2020, os freios são compostos por discos flutuantes de 310mm na dianteira com cálipers radiais de quatro pistões. Atrás, há cáliper de dois pistões que atua no único disco de 256mm. Na frente o pneu é 120/70 ZR17 e na traseira há roda traseira côncava com pneumáticos 190/55 ZR17.

"A CB 1000R mostra a intenção da Honda de olhar sempre para o futuro e assumir o papel de inspirar. Sabendo que a expectativa dos clientes do segmento naked é cada vez maior, fomos mais longe, e em vez de oferecer um mero aumento do desempenho fizemos que a experiência ao guidão da CB 1000R fosse emocionante e excitante, mas que também envolvesse o verdadeiro prazer decorrente da posse e exibição de uma motocicleta única. Estamos muito orgulhosos do resultado alcançado, tanto quando a CB 1000R está em movimento quanto parada em nossa garagem", afirma S. Uchida, líder do projeto.

A moto está disponível nas cores vermelho metálico e preto perolizado. Há ainda no pacote garantia de três anos sem limite de quilometragem e Honda Assistance, que garante assistência 24 horas em países da América do Sul.

 
 
Honda CB 1000R 2019
 
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
 
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
 
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
 
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
 
Honda CB 1000R 2019
Honda CB 1000R 2019
 
 
Vinicius Montoia

 

Vinicius Montoia |

Veja mais notícias da marca