Suposto crime financeiro: FBI invadiu sede da Ducati nos EUA

Operação da agência norte-americana ocorreu em dezembro
Ducati Monster 2021

Ducati Monster 2021 | Imagem: Divulgação

Não é sempre que se vê uma fabricante de motocicletas aparecer nas páginas policiais. Mas foi o que aconteceu. No último dia 17 dezembro, agentes do FBI, o escritório federal de investigações dos EUA, invadiu a sede de operações da Ducati para os mercados da América do Norte, localizado em Mountain View, Califórnia.

Informações obtidas pelo site Roadracing World apontam que cerca de 30 agentes armados do FBI entraram no prédio da Ducati naquela data, quando apenas dois funcionários da empresa se encontravam, sendo que um terceiro empregado chegou ao final da operação. Até o momento, ainda não foi confirmado o motivo da ação.

Em nota, a porta-voz do FBI, Katherine Zackel, confirmou o acontecido, mas não deu maiores detalhes: “Posso confirmar que a divisão de São Francisco (EUA) do FBI esteve na localização (prédio da Ducati) para conduzir uma atividade de aplicação de lei autorizada pelo poder judiciário. Dada a natureza ainda ativa da investigação, nenhum comentário será adicionado e nenhum registro público está disponível”.

De acordo com o site Asphalt & Rubber, porém, as casas de diversos executivos de alto nível da Ducati nos EUA também foram inspecionadas. A empresa teria confirmado apenas que “é de praxe na companhia apoiar quaisquer tipos de investigações conduzidas por agências governamentais”. A publicação, porém, citando fontes ligadas ao caso, diz que a natureza da investigação aponta para algum tipo de crime financeiro.

Ducati Monster 2021
Ducati Monster 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!