Andar de moto à noite é sempre prazeroso, principalmente porque as ruas ficam mais vazias. Mas é necessário tomar alguns cuidados para que esse prazer não vire dor de cabeça. A primeira dica, assim como rodar na chuva, é garantir boa visibilidade. Por isso, manter a viseira limpa é fundamental.

Um item que ajuda bastante a condução são os olhos de gato, aqueles reflexivos instalados no asfalto, indicando se a pista à frente é reta ou curva, além de mostrar se é possível fazer ultrapassagens ou não naquele trecho. Mas sabemos das dificuldades das vias brasileiras, que muitas vezes nem delimitação de faixas possuem.

Tão importante quanto ver é ser visto, principalmente à bordo de uma motocicleta. Vestir roupas adequadas e reflexivas, com cores fluorescentes, é vital para que outros motoristas percebam que ali há uma moto. Pode não ser tão fashion, mas é melhor manter-se seguro.

As lanternas, setas e faróis também fazem parte deste conjunto de itens para ser visto. Limpá-los antes de começar a sua viagem noturna ajuda nessa missão e garante que todos vejam os movimentos da moto, principalmente ao mudar de faixa e frear.

Sempre pense no pior: caso sinta o cheiro de gasolina ou diesel, reduza a velocidade pois provavelmente a pista estará escorregadia. Se estiver em área rural, a pista pode estar suja com terra ou areia, diminuindo a aderência. Redobrar a atenção nunca é demais.

Vinicius Montoia

Formado pela PUC-SP em jornalismo, Vinicius já atua no setor automobilístico desde 2013. É criador do canal Narração Esportiva do Youtube, projeto que conta a história dos maiores narradores esportivos do país

Vinicius Montoia | https://www.youtube.com/channel/UC2lKRtZdmSdMRJZ8Pim78Fw