Primeiro bimestre de 2020 vê crescimento na produção de motos

Porém, números do mês passado foram inferiores tanto a janeiro quanto ao mesmo período do ano passado
Fábrica

Fábrica | Imagem: Divulgação

A produção de motos no Brasil não parece ter sido afetada no primeiro bimestre de 2020 pelo coronavírus. Os números dos dois primeiros meses deste ano foram maiores que os registrados no mesmo período de 2019. De acordo com os dados divulgados pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), foram produzidas 194.734 unidades no primeiro bimestre deste ano.

O aumento foi de 5,1% em relação aos dois primeiros meses de 2019, quando 185.225 unidades saíram das linhas de montagem das empresas associadas à Abraciclo. No entanto, com 94.442 motocicletas fabricadas em fevereiro, houve queda de 6,8% na comparação com o mesmo período de 2019, que registrou 101.305 unidades produzidas. Na comparação entre fevereiro e janeiro de 2020, a queda foi 5,8%. No mês passado, o total de motos produzidas no Brasil chegou a 100.292 unidades.

Segundo a Abraciclo, a queda é explicada pelo menor número de dias úteis em fevereiro deste ano, além do feriado de carnaval. Nas contas da associação, foram dois dias úteis a menos do que em fevereiro de 2019 e quatro dias a menos do que em janeiro de 2020. A entidade permanece otimista, porém, com as projeções para este ano e mantém a previsão de crescimento de 6,1% para 2020, com a produção de motos chegando a 1.175.000 unidades.

Fábrica da BMW Motorrad em Manaus
Fábrica da BMW Motorrad em Manaus
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags