Primeiro scooter elétrico da Husqvarna chega em 2022

Pierer Mobility, grupo que controla a marca sueca, está empreendendo uma ofensiva de veículos elétricos
Bajaj Chetak 2021

Bajaj Chetak 2021 | Imagem: Divulgação

A Pierer Mobility é um conglomerado de indústrias que, dentro de seu portfólio, possui duas conhecidas montadoras de motocicletas: Husqvarna e KTM. Assim como diversas outras empresas do segmento de duas rodas, a Pierer já trabalha em parceria com a indiana Bajaj para o desenvolvimento de motos de baixa cilindrada para os mercados da Ásia.

Outra ramificação desse trabalho em conjunto é a produção de modelos elétricos. De acordo com o site indiano MoneyControl, Pierer Mobility e Bajaj Auto estariam fortalecendo sua cooperação estratégica no desenvolvimento de veículos elétricos de duas rodas. O primeiro desses produtos deve chegar ao mercado em 2022.

A imprensa indiana sugere que essa nova moto, fruto da parceria entre as marcas, seria um scooter elétrico a ser oferecido pela Husqvarna. A novidade usaria como base a recém-lançada Bajaj Chetak e também daria origem a uma variante da KTM. No entanto, a mídia daquele país diz que as marcas europeias trarão modelos de desempenho superior para se diferenciarem da marca indiana.

Na Índia, o Bajaj Chetak foi apresentado em março. O modelo tem 5,5 cv de potência e baterias com 3 kWh de capacidade, que fornecem uma autonomia de até 95 km. O tempo de recarga pode chegar a 5 horas, caso seja usada uma tomada com 5 amperes de corrente. Uma tomada caseira de 110V fornece tipicamente 2,72 amperes. Apesar de a potência e a autonomia não serem tão grandes, o principal trunfo da Bajaj Chetak na Índia é o seu preço, partindo de 115.000 rúpias, ou cerca de R$ 8,8 mil.

Saiba mais: Bajaj quer ter uma fábrica no Brasil

Bajaj Chetak 2021
Bajaj Chetak 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!