Produção de motos: 2020 supera expectativas e deve crescer em 2021

Relatório da associação dos fabricantes de motocicletas mostra números maiores que os estimados inicialmente
Fábrica

Fábrica | Imagem: Divulgação

Apesar de 2020 ter sido complexo para as montadoras nacionais de motocicletas, a Abraciclo, associação que reúne as fabricantes no Brasil, reportou números de produção acima do esperado. No ano passado, as associadas instaladas no Polo Industrial de Manaus (AM) fabricaram 961.986 unidades.

O número representou uma queda de 13,2% na comparação com as 1.107.758 unidades produzidas no Brasil em 2019. Por outro lado, as associadas à Abraciclo reportaram uma quantidade de motos fabricadas acima da previsão. A estimativa inicial da Associação para o ano passado era de 937 mil unidades. Assim, o resultado foi 2,6% superior.

Segundo a entidade, as fabricantes instaladas no Polo Industrial de Manaus devem produzir 1.060.000 motos em 2021, volume 10,2% maior do que o registrado no ano passado. Para Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, a expectativa do setor é recuperar parte das perdas de 2020 e a vacinação será fundamental para isso. O executivo destaca que as fabricantes trabalham com medidas restritivas, o que impacta no volume produzido.

Saiba mais: Honda suspende novamente produção em Manaus até fevereiro

“Com a recente implantação do toque de recolher pelo governo do Amazonas, todas as associadas adequaram seus turnos de trabalho. Além disso, redobramos os cuidados com as medidas de saúde e segurança para garantir a saúde dos colaboradores”, afirmou o executivo. Em 2020, a maioria das fábricas suspendeu as atividades por alguns meses. Fato que se repete em 2021 por conta da situação em Manaus.

Linha de produção da BMW em Manaus (AM)
Linha de produção da BMW em Manaus (AM)
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!